Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 21 anos !

Nutrição

Precisão no cocho e no custo

Tecnologia avança na produção de alimentos e equipamentos para ampliar conversão alimentar, minimizar impactos ambientais e reduzir desperdícios

Daniele Zago1, Naiane Teixeira de Andrade2, Tainá Bartman3, Telis Adolfo Cumbe4, Júlio Otávio Jardim Barcellos5

Nos últimos anos, os pecuaristas têm sido desafiados a buscar alternativas mais eficientes de produção frente às projeções de aumento na demanda mundial de alimentos e de redução na área de pastagens destinada à pecuária. Ao mesmo tempo, precisam lidar com as exigências dos consumidores quanto à qualidade, ao bem-estar animal e à sustentabilidade dos recursos (Figura 1). São fatores que têm motivado as áreas de pesquisa e o setor industrial a inovar na busca de alternativas para que a bovinocultura de corte seja produtiva e, ao mesmo tempo, atenda às exigências do mercado. Na área de nutrição de ruminantes, a pesquisa busca otimizar os processos de ingestão e o metabolismo dos nutrientes, com abordagens multidisciplinares e com vistas à redução nos custos de produção e nos impactos ambientais. Um exemplo é o software americano NRC para formulação de dietas em gado de corte, que, em sua última versão, passou a considerar a produção de metano esperada com a utilização das dietas formuladas, já que a produção do gás, além de contribuir para o efeito estufa, representa perda da energia consumida pelos ruminantes. Novos aditivos e equipamentos também têm sido testados, buscando o fornecimento cada vez mais preciso de cada ingrediente da dieta, aliado ao ganho de peso máximo a custo mínimo.

Aditivos e ingredientes alternativos

a melhora na eficiência produtiva dos animais, e espera-se que também auxiliem na redução da produção de gases de efeito estufa pelos ruminantes. Além dos já tradicionais ionóforos e antimicrobianos não ionóforos, vários compostos naturais...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!