Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 21 anos !

Do Pasto ao Prato

MEUS TOUROS EU GARANTO

Valor agregado exige responsabilidade agregada

Fernando Velloso Médico-veterinário e sócio-proprietário da Assessoria Agropecuária FF Velloso & Dimas Rocha – www.assessoriaagropecuaria.com.br

Os remates e as vendas de touros já estão encerrados, salvo algum retardatário que ainda fará algum leilão em dezembro. O ano está tão favorável nos preços do gado que até remate de touro, em dezembro vai dar certo. A turma está ampliando os rebanhos de cria, entourando vaca que era para o engorde e novilhas de compra. Logo, vão perceber que os touros disponíveis na fazenda são poucos. E vamos às compras de novo. Trocando, hoje, uma ideia com o colega veterinário José Pedro (ex-estagiário, pois, recentemente, graduou-se e anda faceiro com a carteira do CRMV/RS por aí. E logo vai fazer carimbo. Ainda tem gente da época do carimbo, mas tudo bem), sobre dicas de um assunto para esta coluna mensal, ele foi direto e assertivo: “pós-venda de touros, pois, todos os anos, ocorrem problemas com touros dos leilões que participamos”. O assunto merece ser um pouco falado. Pedi mais ajuda e solicitei que ele deixasse um rascunho do que mais viu nesse ano ou do que lembrava de anos anteriores. Vou tentar, em forma de conversa, abordar essas questões. O touro tem pós-venda diferente dos demais, e convém pensar mais nele. O vendedor de touros busca comercializar um reprodutor pelo valor de três, quatro ou cinco novilhos gordos. Muito bem.Tem sentido: o produto é resultado de altos investimentos em matrizes, sêmen diferenciado, programas de melhoramento, alimentação superior, promoção, marketing, etc. Bons touros, normalmente, são irmãos de outros animais que não passaram nos critérios de qualidade e seleção. Ficaram soldados pelo caminho. Mas muitos bônus também trazem ônus. Se para o gado comercial os compromissos pós-venda são mínimos (ou nenhum), para o touro, a situação é bem difere...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!