Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Pecuária de Corte

2018 foi o ano da virada?

Pecuária

Assim como 2017, este ano não pode ser classificado como ruim para o setor de pecuária de corte no Brasil

Antony Sewell*

Mais um ano que se vai! Em 2018, o Brasil passou por diversos cenários políticos e econômicos que mexeram diretamente com o setor agropecuário e que deixaram marcas na cadeia produtiva da carne vermelha, sendo a maioria delas bem positiva.

Entre os fatores mais positivos estão a abertura de novos mercados para a carne bovina brasileira. Países como a Indonésia e a Coreia do Sul são novos compradores do produto brasileiro, assim como outros mercados que retornaram às compras. Esta foi uma das grandes conquistas do atual governo, junto com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Exportação de carne bovina brasileira

Pecuária

O Produto Interno Bruto (PIB), mais uma vez, agradece ao setor agropecuário pelo seu (modesto) crescimento. O Banco Central reduziu de 1,6% para 1,4% a previsão para o crescimento do PIB em 2018; no entanto, de acordo com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o PIB do agronegócio brasileiro deverá crescer em torno de 3,4%, ou seja, bem mais do que o PIB brasileiro.

Segundo a Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes), o PIB do agronegócio representou 22% do PIB total em 2017, sendo que o PIB da pecuária foi responsável por 31% deste montante. As exportações de carne bovina, naquele ano, representaram 3,2% de tudo o que foi exportado pelo Brasil. O ano de 2018 não foi muito diferente até aqui e continua sendo funda...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!