Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Mercado de Touros

60 MIL TOUROS

Mercado

Esse foi o número de reprodutores comercializados pelas principais leiloeiras do Brasil. A liquidez foi acima de 95%

Ivaris Júnior

As cortinas de 2018 vão se fechando para o espetáculo das batidas de martelo, por todo o País. O sentimento é de missão cumprida, mesmo diante de tantas atipicidades e do sempre surpreendente vigor da bovinocultura de corte nacional. Os protagonistas preparam o merecido descanso, mas sem esconder a quase empolgação pela reviravolta no poder.

A expectativa, para 2019, é a de valorização do poder produtivo do campo, liberalismo econômico e maior segurança jurídica no uso da terra. Então, no fundo, comemora-se a passagem da pecuária por uma das mais duras recessões já enfrentadas, sem grandes feridas, principalmente sob o ponto de vista da evolução técnica.

Em 2018, até aqui, as principais empresas leiloeiras do País comercializaram por volta de 60 mil reprodutores avaliados por vários programas de melhoramento genético, com liquidez superior a 95%, segundo seus diretores. Marcadamente, foi um ano de investimentos cautelosos, mas com reconhecimento aos touros, efetivamente, diferenciados em suas qualidades zootécnicas.

“Os compradores se mostraram ainda mais exigentes, procurando animais mais jovens e com pacotes genéticos inquestionáveis”, reforça Flávio Santos, diretor comercial da Programa Leilões, responsável por oferecer quase metade dessa oferta, cerca de 27 mil cabeças.

Mas, para entender os preços praticados nesses reprodutores, é preciso desenhar todo um cenário.

Mercado

Os compradores se most...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!