Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Touro de Ouro

NOVE ANOS RECONHECENDO OS MELHORES

Touro

Adilson Rodrigues e Erick Henrique

Em um mês repleto de importantes eventos no calendário, a manhã do dia 8 de novembro nos presenteava com a nona edição do Touro de Ouro, prêmio concedido pela Revista AG às empresas mais lembradas do setor pecuário. Realizado no coração de São Paulo, os representantes dos maiores players do mercado não poderiam estar em um lugar mais simbólico que a sede da Sociedade Rural Brasileira (SRB), que por vezes é palco das mais importantes decisões que envolvem o universo da criação de gado.

como não poderia ser diferente, houve cinco mudanças nas categorias: Antimastítico, Conjunto Fenação, Frigorífico, Leiloeiro e Seringa/Pistola. Em 2017, elas ficaram com MSD, Mc Hale, Minerva, Adriano Barbosa e Walmur, respectivamente. Entre as quais chamaram mais a atenção Minerva e Walmur, que desbancaram nada menos que duas octacampeãs. Apesar de que Adriano Barbosa tenha João Gabriel em duas edições e a Mc Hale tirou do trono a John Deere, que havia batalhado duro para superar a Nogueira, que liderou por seis anos.

Touro

A necessidade de se superar ano a ano é uma exigência da pecuária moderna, como ressalta Eduardo Hoffmann, diretor-executivo da Revista AG, em seu pronunciamento: “Nossos leitores e assinantes formam uma importante parcela de produtores e pessoas relacionadas ao meio pecuário e sua opinião é muito importante para todos nós. São formadores de opinião, que estão lá no front, onde acontecem as coisas. E é dos seus desejos e anseios que todos nós aqui reunidos almejamos alcançar, a satisfação total do cliente. O cliente é o Rei, é ele quem manda, e nós obedecemos. Temos de saber ouvi-lo, estar atento e agir. Quem não se portar assim, mais cedo ou mais tarde estará fora do mercado”, disse Hoffmann.

Touro

“Para nós, é uma honra termos mais uma vez o Touro de Ouro aqui na Sociedade Rural Brasileira, um grande evento que está em sua nona edição. Prestigiamos aqui uma atividade essencial para o futuro de nosso agronegócio. O Brasil possui uma pecuária cada vez mais eficiente e produtiva, na qual qualidade é um fator essencial para tornar o negócio cada vez mais sustentável e competitivo no mercado mundial. Nesse sentido, estar entre as melhores empresas, produtos, serviços e profissionais é muito importante para todos nós”, destacou Marcelo Vieira, presidente da SRB, ao reforçar a importância do Touro de Ouro para o mercado como um todo.

Touro

Aliás, a qualidade do público foi um dos destaques do discurso do secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Arnaldo Jardim, que também prestigiou o evento: “prazer estar aqui nesta reunião de líderes. Alguém poderá dizer que são poucas pessoas, mas todos nós sabemos que são pessoas muito representativas naquilo que estamos vivendo na pecuária brasileira. Parabéns à Revista AG por ser uma referência de comunicação no setor pecuário. Um canal de comunicação indispensável para o setor dialogar internamente e também se dirigir à sociedade, de modo geral. Meus cumprimentos aos premiados, pois sei que isso também encarna desafios”, agradeceu o secretário de Estado, que também criticou veemente uma manchete do jornal O Estado de S. Paulo que dizia que a produção pecuária do Brasil polui mais que o país da Alemanha.

Touro

Muitas vezes, para superar tais desafios, é necessário um tanto mais de criatividade. Ainda mais se você for um colunista da Revista AG, a exemplo do zootecnista Alexandre Zadra, que há uma década assina Caindo na Braquiária. “Às vezes eu penso em parar, por ser difícil ter assunto bom e diferente toda edição, mas aí eu vou para o campo e volto com uma nova pauta. O que eu mais gosto na nossa pecuária é que ela é dinâmica. Agradeço a oportunidade de estar com vocês mês a mês e também presencialmente aqui no Touro de Ouro. A AG vem alcançando sucesso estrondoso no Brasil e certamente todos que estão aqui presentes merecem esse prêmio”, assinalou Zadra.

Touro

“Com a coluna Na Varanda, tenho a oportunidade de ver a pecuária do segundo andar, e com a vantagem (ou desvantagem!) de ser alemão, o que me permite observar mais de fora da porteira. Uma notícia confortante é que nunca ouvi ninguém falar mal da agricultura ou da pecuária. Estarei em uma palestra em uma associação na Alemanha e posso garantir que ninguém lá está preocupado com assuntos como esse listado pelo secretário Arnaldo Jardim. Alguém inventa esse tipo de coisa, que, na verdade, são fake news que se espalham e nos deixam assustados. Dentro e fora do Brasil, a opinião pública não está alinhada com aquilo que achamos de negativo”, garantiu o colunista Francisco Vila em seu discurso.

Touro

“O secretário tocou em um tema muito importante. O Brasil deu um salto monumental no agronegócio, em todos os aspectos, e de alguma maneira foram criadas algumas distorções a respeito da produção agropecuária brasileira. Estamos empreendendo um enorme esforço para mudar essa imagem negativa que estão tentando imputar ao agronegócio nacional. Estamos cansados de sermos pautado pela imprensa. Temos de divulgar aquilo que fazemos de bem com fatos e números, dessa forma nós que começaremos a pautar a imprensa. E não o contrário”, comentou Luiz Cornacchioni, diretor Executivo da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), também indignado com a notícia do jornal.

Touro

Esta também é a rotina de Fernando Velloso, colunista de Do Pasto ao Prato. “A minha área de atuação principal é vinculada ao melhoramento animal, o que me permite transitar muito nos leilões do Sul do Brasil. É positivo encontrar as pessoas e ouvir o retorno delas, bom ou mau. Isso dá sentido a essa dura rotina nossa de mensalmente ter de pensar em assuntos novos e nos expor. E o mais importante é ter a Revista AG como uma ferramenta para que estas discussões ocorram. Essa conversa de que toda a mídia impressa será substituída pela Internet está sendo revisada. Um bom exemplo é que a chegada do e-book não substituiu o livro impresso. Não ocupou o espaço tão grande nem tão rápido como se imaginava. Sou feliz e orgulhoso de participar desse time”, disse Velloso.

Touro

Rafael Ribeiro colunista de Sala de Ordenha, foi um pouco além e relembrou da força de superação que a pecuária possui. “Em 2017 vimos um ano de imensa dificuldade, principalmente na pecuária de corte, e apesar das questões políticas, econômicas e conjunturais, a gente vê que a cadeia produtiva tem condições de superar uma crise de tamanha magnitude e provavelmente reerguerá muito mais forte. Parabenizo diretamente as empresas de insumos e processamento, pois são responsáveis pela questão de melhoria de produtividade, um ponto no qual precisamos focar bastante. Também agradeço por fazer parte da Revista AG como colunista”, concluiu a palavra Rafael Ribeiro. Encerrados os discursos, iniciaram-se as premiações, ordenadas por segmento de atuação das empresas.


CATEGORIAS DO TOURO DE OURO

• Aditivo para Núcleo, Suplemento e Ração

• Antibiótico

• Antimastítico

• Arame

• Assessoria genética

• Balança

• Brincos

• Carrapaticida

• Cerca Elétrica

• Energéticos

• Estimuladores de cio

• Frigorífico

• Herbicida para pastagem

• Leiloeiro

• Mosquicida

• Ordenhadeira

• Proteinado

• Ração

• Certificadora de Rastreabilidade

• Cocho

• Colhedora de Forragem

• Conjunto Fenação

• Dispositivos para IATF

• Distribuidor/Misturador de Silagem e Ração

• Empresa de FIV e TE

• Empresa de Inseminação Artificial

• Empresa Leiloeira

• Sal Mineral

• Sementes para Pastagem

• Seringas/Pistolas

• Tronco/Brete

• Vacina de Aftosa

• Vacinas

• Vagão Forrageiro

• Vermífugo


Aditivo para Núcleo, Suplemento e Ração

Premix

“O troféu Touro de Ouro possui um grande significado para a Premix. Ele reconhece nossa responsabilidade pela alta qualidade dos aditivos para núcleos, suplementos e rações que oferecemos ao mercado e o compromisso de nossa equipe com o resultado dos clientes. Uma amostra deste trabalho está sendo apresentada ao mercado através das Histórias de Sucesso, que estão sendo exibidas desde maio. Os vídeos, com duração aproximada de três minutos, apresentam os casos reais de sucesso, produtos da estreita parceria da empresa com clientes de todo o País, distribuídos em diferentes regiões e sistemas de produção. A gestão eficiente do rebanho abrange todos os detalhes do processo e os resultados produzidos ficaram acima da média da pecuária nacional, fazendo toda a diferença no negócio dos pecuaristas”, afirma Fernando Avona, gerente de Marketing da Premix.

Touro

Thell de Castro, da Premix, é contemplado por Francisco Vila com o Touro de Ouro da categoria Aditivo para Núcleo, Suplementação e Ração


Sal Mineral

DSM-TORTUGA

“O Touro de Ouro é uma grande iniciativa da Revista AG por reconhecer as melhores empresas do setor e divulgar esses resultados para o mercado. Mais uma vez, um prêmio como este reconhece o trabalho que toda a equipe da DSM faz em prol da melhoria da produtividade e lucratividade de nossos clientes por meio das tecnologias inovadoras desenvolvidas para a nutrição de gado de corte, gado de leite, equídeos e pequenos ruminantes. Além disso, é um privilégio podermos fazer parte da história e da evolução da pecuária brasileira e divulgarmos suplementos nutricionais e seus benefícios. A empresa continuará com o seu papel e compromisso de mostrar os caminhos e as soluções que podem garantir mais produtividade, com lucratividade e sustentabilidade para os produtores”, diz Ariel Maffi, vice-presidente de Ruminantes da DSM.

Touro

Na categoria Sal Mineral, DSM Tortuga ficou com o Touro de Ouro recebido por Katia Bezerra das mãos de Eduardo Hoffmann


Proteinado

DSM-TORTUGA

“Comemoramos o sucesso da linha de confinamento da DSM, que cresceu 66% em volume em relação ao ano passado, e mineralizamos 1,5 milhão de cabeças de gado no Brasil. No primeiro trimestre de 2017, inauguramos um novo centro de distribuição no estado de São Paulo, próximo à unidade industrial de Mairinque/SP. Também expandimos a produção de produtos para a seca, os proteinados, para ampliar a armazenagem de grãos e atender às necessidades dos pecuaristas”, informa Ariel Maffi, vice-presidente de Ruminantes da DSM.

Touro

Katia Bezerra recebe mais um Touro de Ouro para a DSM Tortuga pela vitória na categoria Proteinado, entregue por Eduardo Hoffmann


Ração

SUPRA

“O mercado de produção animal é sempre muito ativo, com novas opções na piscicultura, pecuária de corte e o Brasil crescendo na exportação de carne. A Supra evolui junto com o mercado. O nosso compromisso é conseguir a melhor utilização dos produtos. A produtividade gerada possibilita reduzir os custos de produção dos pecuaristas. Conseguese produzir mais com o mesmo animal. A Supra sempre está pesquisando e lançando produtos inovadores, como nesse momento em que lançamos para terminação de bovinos em confinamento um suplemento que substitui 100% da dieta. Isso mesmo, dispensa a necessidade de volumoso, uma absoluta novidade no mercado de nutrição animal”, anuncia Guilherme Poerner, gerente Comercial da Supra.

Touro

Guilherme Poerner, da Supra, é laureado por Rafael Ribeiro com o Touro de Ouro na categoria Ração


Antibiótico

ZOETIS

“Esse troféu é a consagração do trabalho de muita gente que todo dia vai até o campo levar soluções para que os pecuaristas superem seus desafios na produção animal. É uma honra estar aqui sendo homenageado por tantos anos consecutivos, pois desde a primeira edição a Zoetis marca presença entre os vencedores do Touro de Ouro. A empresa possui mais de 60 anos no mercado levando produtos tão tradicionais quanto ela. O Touro de Ouro também é um reconhecimento aos funcionários que estão na fábrica e nossos diversos especialistas que geram soluções no mercado brasileiro voltadas à realidade da pecuária brasileira”, comemora Olivia Moreira, analista de Comunicação Corporativa da Zoetis.

Touro

Zoetis ficou com o Touro de Ouro da categoria Antibiótico, acolhido por Olivia Moreira das mãos de Fernando Velloso


Antimastítico

MSD

“Quem utiliza nossas soluções sabe que tais investimentos não podem deixar de ser feitos. O pecuarista, por exemplo, não pode deixar de emprenhar a vaca. Ele precisa manter a reprodução em dia, porque se cortar investimento desse setor terá o reflexo em nove meses, pois é quando a fêmea deveria estar entregando o bezerro para fazenda. Então aí entra o nosso estimulador de cio. E os intramamários, se ocorre um surto de mastite no rebanho, uma doença a ser combatida, o criador precisa agir com produtos de qualidade. Além da cura, disponibilizamos também os antimastíticos para vacas secas: sendo necessário, preventivamente, aplicar esse produto 60 dias antes do parto”, diz Denis Alves Antonio, gerente de Produto da Linha Reprodutiva da MSD.

Touro

Na categoria categoria Antimastítico, MSD ficou com o Touro de Ouro recebido por Denis Alves Antonio das mãos de Alexandre Zadra


Carrapaticida

OUROFINO

“Ourofino Saúde Animal marcou época com o lançamento do Colosso, um produto que revolucionou o controle de ectoparasitas, inaugurando um segmento de produtos combinados que, atualmente, responde por uma importante fatia de mercado. A empresa surpreendeu novamente quando lançou o endectocida Fluatac Duo, popularizando e expandindo consideravelmente o mercado de fluazuron. Mais recentemente, a empresa se destacou com o lançamento do ectoparasiticida Superhion, com a combinação simultânea de dois potentes e reconhecidos princípios ativos. Dessa forma, temos o melhor portfólio do mercado para compor uma solução de controle independentemente do nível de desafio”, explica Guilherme Gallerani, gerente executivo de Produtos e Relacionamento.

Touro

Claudia Schmidt recebe das mãos de Arnaldo Jardim o Touro de Ouro da categoria Carrapaticida, vencida pela Ourofino


Energéticos

VALLÉE

“Para nós é um prazer enorme sermos novamente escolhidos pelos leitores da AG. É o quarto ano consecutivo que a Vallée triunfa na categoria de energéticos, e isso a gente atribui a um dos nossos produtos carro-chefe, o Bioxan Composto, sendo um soro hidratante-energético. Essa tecnologia sacudiu o mercado, pois foi o primeiro produto que conseguiu estabilizar a vitamina B12 dentro de sua formulação. Assim, o Bioxan é altamente prático, de fácil utilização pelos pecuaristas e extremamente seguro para a saúde do gado. Enfim, é um produto líder de mercado que está mostrando que o homem do campo reconhece sua qualidade e eficiência com esse Touro de Ouro’’, comemora Leonardo Belli, gerente de marcas e performance da Vallée.

Touro

Leonardo Belli, da Vallée, é premiado com o Touro de Ouro da categoria Energéticos concedido por Luiz Cornacchioni


Mosquicida

OUROFINO

“O pecuarista brasileiro enxerga a Ourofino como referência em produtos e soluções para o controle de ectoparasitas no Brasil. Isso se deve ao trabalho de muitos anos no desenvolvimento de produtos diferenciados e com alta eficiência. E a Revista AG realiza há muitos anos um belo trabalho, dando visibilidade ao reconhecimento dos pecuaristas na seleção das melhores empresas do agronegócio. Portanto, o Touro de Ouro trata-se de uma iniciativa vencedora e que merece ser parabenizada”, ressalta o gerente executivo de Produtos e Relacionamento, Guilherme Gallerani.

Touro

Claudia Schmidt, da Ourofino, retorna para ser premiada por Eduardo Hoffmann com o Touro de Ouro da categoria Mosquicida


Vacinas

ZOETIS

“A Zoetis mostra sua força mundial, sendo uma verdadeira referência no Brasil e no mundo. Estamos presentes em mais de 100 países e nos mais diversos segmentos de produção, mas o Brasil é nosso mais importante mercado fora dos Estados Unidos. Ou seja, o Brasil tem uma importância não só para o agronegócio mundial como também para a nossa empresa. Estas premiações no Touro de Ouro consagram todo o esforço desprendido para trazer os melhores produtos ao mercado brasileiro”, assinala Olivia Moreira, analista de Comunicação Corporativa da Zoetis.

Touro

Rafael Ribeiro entrega o Touro de Ouro da categoria Vacinas para Olivia Moreira, triunfo da Zoetis


Vacina Aftosa

BOEHERINGER INGELHEIM

“Ter Aftobov mais uma vez reconhecida como a melhor vacina contra Febre Aftosa é sempre gratificante. Nossa empresa fabrica vacinas contra Febre Aftosa há mais de meio século, sempre com eficácia e confiança das autoridades governamentais e dos pecuaristas de corte e leite de todo Brasil. A vacina Aftobov é altamente reconhecida pelo mercado por sua segurança e baixo índice de reação pós-vacinal, tendo recebido diversos prêmios de qualidade e de confiança dos pecuaristas e entidades de classe. Aftobov é utilizada regularmente na campanha oficial de vacinação contra aftosa do mapa e é exportada para Uruguai, Paraguai, Bolívia, Venezuela, Argentina e Equador. A Boehringer Ingelheim Saúde Animal também foi a primeira indústria a comercializar no Brasil a vacina purificada livre de proteínas estruturais”, conta Pedro Bacco, diretor de Grandes Animais da Boehringer Ingelheim Saúde Animal.

Touro

Antonio Coutinho, da Boehringer Ingelheim, conquista o Touro de Ouro da categoria Vacina Aftosa, concedido por Arnaldo Jardim


Vermífugo

BOEHERINGER INGELHEIM

“A linha Ivomec é reconhecida por todo o mercado por sua qualidade e eficácia. Um bom vermífugo é extremamente importante para que haja cada vez mais produtividade na pecuária. Temos muito orgulho de sermos reconhecidos com a linha Ivomec®, através do prêmio Touro de Ouro. Esse troféu é o reconhecimento de um trabalho de muito investimento em tecnologias que realmente impactam na produtividade do pecuarista, além de todo um trabalho de aproximação cada vez maior com nossos clientes, entendendo suas reais necessidades. Somos gratos mais uma uma vez pelo reconhecimento reconhecimento desse produto tão importante”, agradece Pedro Bacco, diretor de Grandes Animais da Boehringer Ingelheim Saúde Animal.

Touro

Boehringer Ingelheim também foi contemplada com o Touro de Ouro da categoria Vermífugo, Antonio Coutinho recebe o troféu das mãos de Arnaldo Jardim


Dispositivos para IATF

ZOETIS

“Por mais uma edição, ganhamos três categorias no Touro de Ouro e foi um prazer receber essa homenagem em um ano tão complicado como foi esse de 2017. Foi bom ver quanto nosso time ajudou os produtores brasileiros a superar mais esse desafio na atividade. A nossa equipe se manteve motivada, mostrando aos pecuaristas que seria possível fazer desse mais um ano de sucesso para o agronegócio, que a nossa parceria continuaria com o objetivo de reverter o quadro de notícias negativas que prevaleciam nos noticiários. E desta maneira levarmos um produto de melhor qualidade para a mesa dos brasileiros e das pessoas do mundo inteiro”, destaca Olivia Moreira, analista de Comunicação Corporativa da Zoetis.

Touro

Olivia Moreira, pela Zoetis, é agraciada mais uma vez com o Touro de Ouro da categoria Dispositivo para IATF


Empresa de TE e FIV

IN VITRO BRASIL

Touro

“Receber o Touro de Ouro pela terceira vez é motivo de grande satisfação para toda a equipe IVB. Ser a marca mais reconhecida no segmento é fruto do comprometimento e da integração entre todos os setores da empresa no sentido de entregar os melhores resultados aos nossos clientes. O prêmio também contempla a expansão global da IVB que, após se unir ao Genus/ABS, maior grupo de genética animal do mundo, passou a atuar nos principais mercados da bovinocultura mundial”, explica Matheus Oliveira, analista de Marketing do Grupo In Vitro.


Estimuladores de Cio

MSD

“2017 foi um ano totalmente diferente na história da pecuária brasileira. Não houve nada parecido com que ocorreu até então, com diversas questões políticas, Operação Carne Fraca, delações, Funrural, problemas com ICMS... tudo isso basicamente em 12 meses. E quem via nossa situação lá em março de desastre não acreditava em uma superação. No entanto, a pecuária foi muito forte, atingindo o patamar atual. Claro que o comportamento do pecuarista contribuiu para esse bom momento, sempre visualizando otimismo, pensando no médio e longo prazo. Diante de tudo isso, a MSD vem entregando resultados, objetivos e superando as expectativas, através de um trabalho pautado em planejamento. Nós temos um plano de olhar para o mercado sempre cinco anos à frente”, avalia Denis Alves Antonio, gerente de Produto da Linha Reprodutiva da MSD.

Touro

Na categoria Estimuladores de Cio, Denis Alves Antonio acolhe o Touro de Ouro da MSD presenteado por Fernando Velloso


Empresa de Inseminação Artificial

CRV LAGOA

“Lançamos o software Líder IATF, que soluciona toda gestão eficiente da IATF e resultados da reprodução de forma simples direta, on-line e off-line. Estamos investindo mais intensamente lançando a genômica com o HerdOptimizer PAINT e trabalhando para o aumento das informações sobre eficiência alimentar. E não vai parar por aí. Na área de cruzamento, fechamos importante parceria com a Casa Branca Agropastoril na seleção de animais Angus de origem importada dos USA, avaliação do CP CRV Lagoa e estamos montando um programa para obtermos os dados de performance dos produtos F1”, divulga Luís Adriano Teixeira, gerente de Vendas e Marketing da CRV Lagoa.

Touro

Luís Adriano Teixeira, da CRV Lagoa, é premiado na categoria Empresa de Inseminação Artificial, entregue por Luiz Cornacchioni


Assessoria Genética

FF VELLOSO & DIMAS ROCHA ASSESSORIA AGROPECUÁRIA

“O touro está mais moderno e complexo, algo que é muito bom para o mercado, que tem exigido produtos específicos para o sistema da propriedade. Então, esse produto de qualidade superior necessita também de um suporte técnico. Cada vez mais os criadores estão incorporando tecnologias nos touros, assim, atualmente nós temos a missão de interpretar os índices de avaliação genética, os dados de ultrassonografia e os marcadores moleculares de DNA. Com isso, nossa área de trabalho viabiliza o esclarecimento destas informações para que ocorram boas aquisições pelo pecuarista comercial, assim como pelo produtor de genética”, salienta Fernando Velloso, sócio-proprietário da FF Velloso & Dimas Rocha.

Touro

Agora o homenageado é Fernando Velloso com o Touro de Ouro na categoria Assessoria Genética, entregue por Francisco Villa


Certificadora de Rastreabilidade

PLANEJAR

“A Planejar está readaptando suas transações, sobretudo, as relações com as pessoas. Vale salientar que o produtor mais tecnificado não deixou de investir porque sabe dos resultados para seu negócio. A grande questão é sobre o novo pecuarista, que não consegue visualizar o retorno do futuro investimento. Portanto, eu vejo como fundamental fomentar um relacionamento diferenciado com os clientes, buscando mais proximidade. Ademais, nós estamos desenvolvendo um laço de importância e comprometimento. Tudo isso vem à tona com o oitavo Touro de Ouro consecutivo que a companhia leva para casa”, analisa o diretor executivo da Planejar, Aécio Flores.

Touro

A Planejar, de Aécio Flores, lidera na categoria Cerfificadora de Rastreabilidade. Touro de Ouro foi cedido por Rafael Ribeiro


Empresa Leiloeira

PROGRAMA LEILÕES

“É uma honra, por mais um ano consecutivo, receber o Touro de Ouro. Agradeço à AG e a todos que indicaram a Programa, uma empresa que vem auxiliando a pecuária brasileira. Temos orgulho de prestar serviço para uma atividade que vem crescendo ano a ano. Aproveito para parabenizar todos os colaboradores da Programa Leilões. É graças a eles que conquistamos o troféu que temos tanto orgulho de receber. Fechamos o ano com uma média de mais de 400 leilões e estamos satisfeitos com esse volume. Viemos de um momento de recessão, mas sabemos que o agronegócio vem se sustentando. Trabalhamos bastante para incentivar os promotores a continuar lutando, e valeu a pena”, reconhece João Victor Horto, diretor de Marketing da Programa Leilões, que também está no aplicativo Remate Web, onde já foram concretizados negócios na ordem de R$ 15 milhões.

Touro

João Victor Horto, da Programa Leilões, é premiado na categoria Empresa Leiloeira por Eduardo Hoffmann


Leiloeiro

ADRIANO BARBOSA

“2017 foi um ano de desafios, mas vimos que pecuária suplantou as dificuldades. Mostrou que é uma instituição consolidada, que tem um mercado interno punjante, é um player forte no mundo e tem muito a crescer. Isso graças a todos com ela envolvidos, como é o caso da Revista AG, uma publicação tradicional, que está lado a lado com o criador brasileiro. Sempre digo que a pecuária é um orgulho nacional. Em relação aos leilões, é algo que fazemos com amor e dedicação. Viajamos o País inteiro, ficamos longe dos nossos familiares, mas é muito gratificante. O leilão é milenar. Na Babilônia antiga já existia leilão, há 2 mil anos. Um método versátil, transparente e público que vai crescer pari passu com a evolução da pecuária”, esclarece o leiloeiro Adriano Barbosa.

Touro

Adriano Barbosa sobe ao palanque para receber de Arnaldo Jardim o Touro de Ouro da categoria Leiloeiro


Frigorífico

MINERVA

Touro

“O Minerva Foods possui uma série de iniciativas para estimular a produção de carne bovina de alta qualidade. Um dos programas é o ‘Laço de Confiança’, que tem objetivo de aproximar os fornecedores por meio do compartilhamento de conhecimento técnico e prático. Promovemos também uma sequência de palestras itinerantes que integram o projeto ‘Falando de Pecuária’ e temos o programa ‘@+Lucrativa’, que estimula o aumento da produtividade por meio da nutrição animal. Trata-se de um programa de financiamento e suporte técnico à suplementação animal, da recria à engorda, com intuito de estimular a produção de animais abatidos com no máximo 24 meses e peso de 18 arrobas”, apresenta João Sampaio, diretor de Relações Institucionais do Minerva Foods.


Arame

BELGO BEKAERT

“Agradecemos aos leitores que votaram na Belgo Bekaert Arames. Somos uma empresa quase secular no Brasil e em 37 países e aquilo que produzimos e vendemos em arames no mercado nacional é o mesmo que fornecemos em qualidade a todo o mundo. Somos o maior exportador mundial de arames farpados e ovalados e isso porque realmente temos um produto de qualidade superior e padrão internacional. Quando falamos de produção agropecuária, falamos da maior linha de arames do Brasil, sejam eles farpados ou lisos. Resumindo: oferecemos um produto de qualidade e feito com matéria-prima nobre extraída das nossas próprias minas, com controle total do processo. O produtor pode ficar tranquilo para produzir e deixe que a Belgo Bekaert cuida do arame e das cercas. Cercou tá cercado”, brinca Guilherme Vianna, gerente de Marketing da Belgo Bekaert Arames.

Touro

Michele Inácio dos Santos e Guilherme Vianna, da Belgo Bekaert, conquistam o Touro de Ouro da categoria Arame entregue por Luiz Cornacchioni


Balança

TRU-TEST

“É muito bom receber essa homenagem do mercado, sendo laureados novamente com o Touro de Ouro através das categorias de Cerca Elétrica e Balança, ou seja, os nossos principais produtos foram validados pelos produtores. Apesar disso, a gente utiliza a Revista AG, bem como os outros veículos de mídia para disseminar informações de qualidade e produtos aos pecuaristas e o resultado vem à tona com a premiação. Em síntese, nós somos líderes mundiais em balanças eletrônicas, da mesma forma ocorre com as cercas elétricas”, garante Ernesto Coser Netto, gerente comercial da Tru-Test Brasil.

Touro

Ernersto Coser recebe de Alexandre Zadra o Touro de Ouro da categoria Balança para a Tru-Test


Brincos

ALLFLEX

“A gente entende que não vendemos somente brincos e, sim, um sistema de identificação para o produtor iniciar seu programa de gestão, pois é o primeiro passo de uma fazenda mais profissionalizada. Com isso, eu fico orgulhoso de participar deste grande evento, sendo motivo para cada vez mais trazer inovações e melhorias para o setor. Inclusive, neste ano, realizamos o lançamento de um produto no mercado, o Ultra, sendo um modelo de brinco que auxilia os produtores a eliminar os índices de perda, melhorando a retenção, um grande problema para o criador utilizar o brinco no rebanho. Também estamos realizando treinamentos com os produtores sobre a melhor forma de aplicação”, descreve o coordenador de Marketing da Allflex, Calebe Moreno de Oliveira Silva.

Touro

A Allflex triunfa na categoria Brincos, Calebe Moreno de Oliveira Silva ganha das mãos de Fernando Velloso o Touro de Ouro


Cerca Elétrica

SPEEDRITE

“A gente tem muito trabalho a ser feito no Brasil. Isso torna desafiador esse papel que a empresa tem desempenhado para trazer informações de qualidade e produtos aos criadores. Porém, ao mesmo tempo, é gratificante saber que, no final das contas, há reconhecimento pelo mercado bem como dos leitores da AG. A Tru-Test é líder mundial no segmento de cercas elétricas e balanças, estando presente em mais de 120 países. Essa presença maciça no mundo mostra a qualidade inquestionável dos nossos produtos”, assinala Ernesto Coser Netto, gerente comercial da Tru-Test Brasil.

Touro

Novamente Ernersto Coser é laureado com o Touro de Ouro da categoria Cerca Elétrica, para a Speedrite


Cocho

PRÁTICO DE GARÇA

“Precisamos agradecer não apenas pelos produtos reconhecidos pelos pecuaristas, mas também homenagear a nossa equipe na unidade fabril. Aliás, estamos trazendo uma nova tecnologia para os cochos, uma tampa de madeira plástica criada por uma empresa paranaense. A vantagem do material é que evita o apodrecimento da madeira ocasionada pelas intempéries climáticas e também é um produto ecologicamente correto. Não sabemos se o cocho adquirido pelo produtor vai durar 20, 50 ou 100 anos, mas posso dizer que somente a Prático de Garça oferece a garantia de recompra”, destaca Aparecido Donizete Lopes (Dinho), proprietário dos Cochos Prático de Garça

Touro

Aparecido Donisete - o Dinho - recebe o Touro de Ouro da categoria Cocho de Eduardo Hoffmann


Ordenhadeira

DELAVAL

Touro

“A iniciativa da Revista AG em mostrar as empresas que estão à frente da produção agropecuária é de extrema importância para a DeLaval. Isso reforça nossa marca como líder em inovação no setor. Acreditamos que o produtor reconhece e confia nessa tradição da empresa, que possui mais de 130 anos no mercado e está sempre buscando ser pioneira. Em 2017 investimos no desenvolvimento de tecnologias para sala de ordenha convencional e robotizada. Hoje, somos a empresa líder em toda a América Latina em robôs para ordenha de vacas. Em 2018, continuaremos atuando para trazer cada vez mais inovações para ordenha, visando automatizar e facilitar o dia a dia do produtor”, projeta Tatianna Dalossi, coordenadora de Marketing e Comunicação para América Latina da DeLaval.


Herbicida para Pastagem

DOW AGROSCIENCES

“Além de herbicidas já consolidados como Dominum, Jaguar, Tordon, Padron e Garlon, que estão no mercado há muitas décadas, a companhia segue investindo em pesquisa e desenvolvimento. Uma das mais recentes evoluções é a chegada da molécula Aminopiralide, que permitiu aumentar o espectro de controle destes produtos por meio de novas combinações de ingredientes ativos. A nossa premissa é de que a pecuária está diante de uma revolução tecnológica. E como esse é nosso compromisso, continuamos evoluindo e há oito anos pesquisamos os herbicidas da nova geração, da Tecnologia XT, uma família de novos produtos que será lançada entre 2018 e 2021, de forma que todas as tecnologias atuais de herbicidas irão gradualmente reduzir participação”, completa Paulo Pimentel, gerente de Marketing de Pastagem da Dow AgroSciences.

Touro

Natália Luca, da Dow Agroscienses, é prestigiada por Arnaldo Jardim com o Touro de Ouro da categoria Herbicida para Pastagem


Sementes de Pastagens

MATSUDA

“Esse sucesso de nove anos no Touro de Ouro é derivado do investimento da Matsuda em pesquisa e desenvolvimento. Temos técnicos contratados apenas para essa área. Para a gente conseguir lançar uma variedade como a MG-12 Paredão, nosso híbrido de Panicum, e termos semente disponível na quantidade necessária são necessários, no mínimo, 15 anos. É um investimento muito alto. Mas, ao mesmo tempo, desenvolvemos paralelamente muitas variedades, como uma Setaria para áreas alagadas e um Andropogon. Outro diferencial é a tecnologia de incrustação que oferecemos em uma semente pura, livre de infestação de nematoides e pragas, que é escarificada com ácido sulfúrico, procedimentos que demandam uma logística e mão de obra incríveis”, aponta Edna Matsuda, diretora de Exportação do Grupo Matsuda.

Touro

Edna Matsuda é laureada por Francisco Vila com o Touro de Ouro da categoria Semente de Pastagem pela Matsuda


Tronco/Brete

COIMMA

“O emissor desse prêmio representa muito para nós, por ser uma revista forte e consolidada. Acredito que o nosso trabalho extremamente focado no consumidor contribuiu para mais essa conquista. A Coimma desenvolveu ao longo do tempo não só produtos, mas também soluções à pecuária, em todos os seus níveis, dos menores rebanhos aos consumidores da mais alta tecnologia. Nos últimos dez anos, a empresa investiu bastante em pesquisa e desenvolvimento na área de pesagem e também de tecnologias disruptivas, aquelas que envolvem o conceito de Internet das Coisas e possibilitam pesagem remota, bem como de automação, a exemplo do nosso brete Megatron. Seus sensores permitem tratar o animal com agilidade e levam segurança ao operador”, explica Paulo César Dancieri Filho, CEO da Coimma.

Touro

Eduardo Pereira exibe o Touro de Ouro da categoria TroncoBrete da Coimma cedido por Luiz Cornacchioni


Colhedora de Forragem

JF Máquinas

“Essa premiação provoca um impacto grande na atuação da JF Máquinas no Brasil. Começamos com a colhedora 90 Super e fomos evoluindo. Hoje, temos uma colhedora atendendo ao aumento da demanda por produção de silagem e que também é capaz de colher qualquer cultura. Então, estamos lançando uma máquina pequena, de uma linha, muito mais versátil, que trabalha área total de um metro. O produtor pode colher milho em uma ou duas linhas, dependendo do sistema de plantio, bem como culturas de inverno, a exemplo do azevém, ou consorciados. Atende o pequeno produtor em uma demanda que ele possa usar a máquina mais vezes, fazendo uma silagem de melhor qualidade. Nossa expectativa está nesse lançamento de máquinas mais versáteis e de tecnologia embarcada”, resume Celso Trevensoli, gerente de Venda da JF Máquinas.

Touro

JF é honrada com o Touro de Ouro da categoria Colhedora de Forragem, Celso Trevensoli acolhe o troféu das mãos de Alexandre Zadra


Conjunto de Fenação

MCHALE

“Essa conquista é fruto de um trabalho desenvolvido durante quatro anos. Então, o Touro de Ouro é reflexo do nosso relacionamento com os produtores durante o período. A Mc Hale é uma marca nova no Brasil, porém, já é de longa data na Europa, sendo líder de mercado através da linha de enfardadeiras e das plastificadoras combinadas Fusion 3, onde a companhia detém mais de 50% do mercado mundial. Importamos tecnologias profissionais para o País, uma vez que são ferramentas de grande interesse dos pecuaristas que procuram velocidade de produção, maior compactação no enfardamento e economia nas escalas envolvidas no processo”, ressalta o importador da Mc Hale, Márcio Aguinsk.

Touro

Márcio Aguinsky, da Mc Hale, recebe das mãos de Eduardo Hoffmann o Touro de Ouro da categoria Conjunto de Fenação


Distribuidor/Misturador para Silagem e Ração

CASALE

“Para Casale foi um ano de muita luta, assim como para toda pecuária, com vários desafios. A gente teve de lidar com os momentos altos e baixos do mercado, principalmente numa época de início de confinamento, no qual os pecuaristas costumam fazer seus investimentos. Portanto, apesar de tudo, trabalhamos muito e tivemos resultados positivos. Acredito que os criadores estão notando que não adianta frear investimentos que trazem produtividade e retorno para fazenda, porque ele sabe que isso diminuirá ainda mais sua margem de lucro. Então, a Casale presenciou pecuaristas renovando frota e ampliando a propriedade, pois o retorno esperado dependia dos tais investimentos”, lembra Jaqueline Casale, diretora de Desenvolvimento Organizacional da Casale.

Touro

Jaqueline Casale celebra mais um Touro de Ouro da Casale na categoria Distribuidor- -Misturador para Silagem e Ração, concedido por Francisco Vila e Arnaldo Jardim.


Vagão Forrageiro

IPACOL MÁQUINAS AGRÍCOLAS

Touro

“A Ipacol recebe com satisfação e orgulho pelo segundo ano o troféu Touro de Ouro. A importância desta premiação feita pela Revista AG vem crescendo ano após ano. Como a escolha dos premiados é feita pelo voto direto dos leitores e assinantes da publicação, a premiação é muito significativa porque representa o reconhecimento dos clientes pelo trabalho realizado. O produto premiado, Vagão Forrageiro, é um equipamento robusto, com uma ótima relação custo-benefício, funcional e com um desempenho muito bom”, garante Décio Schwingel, gerente de Vendas da Ipacol.


Seringa/Pistola

WALMUR

“É uma grande satisfação receber o primeiro Touro de Ouro na categoria de Seringa / Pistola. Além desse, a Walmur disponibiliza ao mercado mais de 600 produtos para bovinocultura, entre eletrificadores para cercas, ferramentas de inseminação artificial e aparelhos para castração, entre outros. Também seguimos esperançosos para que 2018 seja um ano melhor para todos envolvidos com o agronegócio, especialmente aos pecuaristas de corte e leite, que estão sofrendo com quedas na cotação da arroba do boi gordo e a inexpressiva elevação dos preços do leite. A melhora econômica desses produtores é muito importante para empresa, porque eles são os nossos principais clientes”, conclui Romeo Bonifacino, diretor-executivo da Walmur.

Touro

Walmur conquista a categoria Seringa/Pistola, Romeo Bonifacino mostra o Touro de Ouro entregue por Rafael Ribeiro

Touro

A elite da pecuária brasileira esteve presente ao 9º Touro de Ouro

Touro

35 troféus esperavam seus donos em uma manhã triunfal no estado de São Paulo