A importância da geoestatística na agricultura de precisão

semente brotando da terra
Fonte: Pexels

Como já falamos outras vezes aqui no blog, o Brasil é um dos maiores produtores de agricultura e pecuária do mundo e, por causa disso, existe uma grande preocupação dos produtores em manter a qualidade de seus produtos, partindo principalmente dos cuidados com os seus solos.

Uma técnica voltada para avaliar o ambiente através de seus atributos químicos e físicos é a geoestatística. Com ela, é possível criar um mapeamento de produtividade dos solos do negócio, focado em garantir um aumento na produção alimentar de forma sustentável para todos.

Este é um assunto que interessa a você? Então, continue lendo, porque abaixo vamos trazer diversas informações sobre a importância da geoestatística na agricultura de precisão. Vamos conferir?

Como surgiu a geoestatística?

A geoestatística é uma tecnologia considerada bem nova, uma vez que foi na África do Sul, em 1951, que Danie G. Krige, um estatístico e engenheiro de minas, descobriu uma maneira de analisar as amostras de ouro que possuía através das variações. Ele percebeu que era preciso levar em conta a distância entre as amostras, considerando a localização geográfica e a dependência espacial. Mas foi 1965 que o estudioso Matheronem colocou essa ideia em termos matemáticos e desenvolveu a geoestatística como conhecemos hoje.

Para entendermos melhor, podemos dizer que a geoestatística é uma ferramenta que se apropria de diversas regionalidades para criar previsões e estimativas de locais que ainda não foram amostrados. Com isso, é possível estimar valores ideais dos solos através da extração de dados disponíveis no ambiente, não limitando-se a um único modelo de dependência espacial.

Como usar a geoestatística na agricultura de precisão?

Considerada uma técnica de compreensão e melhoramento das condições dos atributos do solo, a agricultura de precisão é uma maneira de mapear as variações de áreas cultivadas nas zonas agrícolas. Desse modo, juntamente com a geoestatística, a agricultura de precisão tenta diminuir os custos do agricultor e aumentar a produtividade das culturas.

Com isso, também conseguimos mapear as variações de fertilidade e entender mais sobre o grau de compactação dentro das áreas cultivadas. Como já dissemos, a maneira de analisar essa questão é através de amostragens do solo.

Aprenda sobre agricultura de precisão: história, boas práticas e muito mais!

Quais objetivos da geoestatística na agricultura de precisão?

A grande ideia da geoestatística em conjunto com a agricultura de precisão é aumentar a produtividade das culturas sem ter que empregar mudanças físicas nas áreas cultivadas pelos produtores. No caso de produção de grãos, essas tecnologias entram para melhorar:

  • os sistemas de plantio direto, o cultivo mínimo e a interação lavoura-pecuária-
  • floresta em rotação de culturas;
  • a genética das plantas;
  • o estímulo biológico das culturas;
  • e aumentar os microrganismos benéficos dos endofíticos.

Sabendo um pouco mais sobre a geoestatística na cultura de precisão, fica mais fácil melhorar o seu cultivo e cortar os custos de suas produções! A dica é não ter medo de incorporar essa tecnologia na rotina agrícola, já que muitos programas de análise estão mais fáceis de usar! Ainda sobre o assunto, confira o nosso conteúdo sobre o uso de tecnologia em sementes para ter um um plantio ainda melhor! Vemos você por lá.

Agricultura de precisão: história, boas práticas e muito mais!

instrumento-agricultura-de-precisao
Fonte: Massey Ferguson

A agricultura de precisão está ligada ao uso de tecnologia avançada para analisar e acompanhar as condições do clima e solo para as atividades agronômicas. Em resumo, trata-se de um formato de automação agrícola, onde é possível controlar os processos e a produção como um todo visando ao melhor rendimento dos cultivos. Quer entender melhor? Leia o artigo abaixo que nós, do blog A Granja prepararmos sobre o assunto!

A história da agricultura de precisão

Os primeiros relatos das atividades de agricultura de precisão surgem em 1929, nos Estados Unidos, no entanto, essa prática ficou mais conhecida na década de 80, devido aos avanços e à difusão dos sistemas de posicionamento geográfico. Foi difundida em diversos países com grande produção agrícola, como Alemanha, Argentina, Austrália, Inglaterra e Brasil.

No Brasil, as primeiras aplicações iniciaram na década de 90. O foco inicial era aprimorar as máquinas agrícolas, permitindo uma aplicação otimizada de insumos, o que ajuda a diminuir custos e impactos ambientais negativos e, sucessivamente, ampliar o retorno econômico, social e ambiental.

agricultura-de-precisao-solo

Objetivos da agricultura de precisão

A Agricultura de Precisão (AP) tem como principal objetivo detectar a diversidade espacial e temporal no campo, e busca melhorar esses processos de manejo das culturas, pensando em todo o sistema. Confira a lista dos propósitos da agricultura de precisão:

  • Diminuir ao máximo a contaminação dos solos de todas as áreas produtivas;
  • Aprimorar o uso de insumos agropecuários;
  • Reduzir dos custos de produção;
  • Aumentar a produtividade;
  • Sempre buscar a proteção do ambiente e recursos naturais.

Pilares da Agricultura de Precisão

A Agricultura de Precisão é marcada por estes três pontos que convergem em busca de melhores resultados:

  • Revolução gerencial;
  • Tecnologia de Informação;
  • Agregação de valor à produção.

No entanto, a AP não está relacionada apenas ao uso de ferramentas de alta tecnologia, uma vez que seus princípios podem ser aplicados no dia a dia das propriedades, ajudando a obter uma melhor organização e gestão das atividades, dos gastos e, principalmente, da produtividade em cada área.

Existe uma aplicação para diferenciar as divisões e localização das lavouras dentro das propriedades, nas divisas dos talhões ou piquetes, ou apenas, no reconhecimento de “manchas” que diferenciam do padrão geral. A partir disso, o tratamento diferenciado em cada área de atuação é a aplicação do conceito de AP.

Viu como a agricultura de precisão é muito importante para um bom desenvolvimento agrícola e seu manejo? Não esqueça de deixar um comentário nos contando o que achou do texto! Aproveite também e leia mais este artigo: Conheça a importância da calagem do solo!