A Granja do Ano – 37 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Laranja

Por um futuro mais doce

A expectativa é que a produção de laranja seja 25% inferior à da safra anterior em razão do clima e da colheita histórica em 2019/20. A demanda por suco é favorável, enquanto a oferta estará limitada pela queda de produção e pelos estoques limitados

Leonardo Gottems

O mercado da laranja em 2020 tem sido marcado pela produção abaixo do esperado nas principais regiões produtoras. Para se ter uma ideia, as estimativas do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) indicam que o Brasil deve colher 287,76 milhões de caixas de 40,8 quilos no cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro, número 25,6% menor do que a safra anterior. Esse resultado pode impactar tanto a venda in natura quanto a oferta de suco.

De acordo com a pesquisadora de citros do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Fernanda Geraldini, a menor produção deve-se às altas temperaturas e à falta de chuvas em setembro e outubro de 2019, que causaram abortamento de frutas da primeira florada. Assim, a safra 2020/21 é atrasada (por conta das perdas acentuadas na primeira florada) e também de menor produção.

A menor produção também foi impactada pela alta colheita da temporada anterior, já que 2019/20 registrou uma das maiores produtividades da história no estado de São Paulo. E, em anos assim, a safra seguinte tende a ter menor colheita, pois as plantas se sobrecarregam pela alta carga de frutas.

Sendo assim, o preço da laranja, de acordo com levantamentos do Cepea, está na faixa de R$ 23,50/ caixa contra um custo publicado pela Informa Economics FNP, com dados de agosto de 2019, de R$ 22,17 para fruta colhida e carregada para pomares com nível de produtividade superior a 832 caixas por hectare, ao qual se deve acrescentar o custo de frete que se situa entre R$ 3,00 e R$ 4,00. Para o presidente da Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus)...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!