A Granja do Ano – 36 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Nutrição Animal

Rebanho mais produtivo

Destaques

Soluções desenvolvidas pela DSM, detentora da marca Tortuga, colaboram para elevar a lucratividade dos pecuaristas e a qualidade da produção de carne e de leite

Granja do Ano — Quais são os principais diferenciais dos produtos e serviços desenvolvidos pela DSM no segmento de nutrição animal?

Ariel Maffi — As tecnologias da DSM, detentora da marca Tortuga, colaboram para a mitigação dos custos de produção de gado de corte e leite, equídeos, caprinos e ovinos. As soluções são desenvolvidas pela empresa para atender às necessidades dos pecuaristas com a finalidade de elevar a produtividade e lucratividade de seus negócios em linha com as boas práticas de sustentabilidade. Todo esse trabalho é realizado pela nossa equipe técnicacomercial, que é a maior do País, e presta assistência técnica a campo para a aplicação das inovações em nutrição animal com o foco em maior eficiência do uso dos alimentos e recursos.

Quais são as mais recentes novidades da empresa em produtos e serviços voltados aos pecuaristas brasileiros?

Estamos sempre aprimorando o nosso portfólio de produtos e serviços para atender às necessidades dos produtores. Em 2016, lançamos a nova linha Bovigold para gado de leite, formada por 14 suplementos nutricionais com tecnologias adequadas aos seus níveis de produtividade. Os produtos da nova linha, focados nos diferentes níveis de produção e fases do animal, geram resultados positivos para as vacas de pequena, média e alta produção, e contribuem para tornar a pecuária brasileira mais eficiente, produtiva e lucrativa em todo o País. A também já consagrada linha Fosbovi Confinamento com CRINA e RumiStar, lançada em 2015, tem alcançado resultados excelentes no campo. Através do Tour DSM de Confinamento, que está em sua quarta edição em 2018, em alguns dos principais confinamentos dos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, a avaliação dos técnicos da DSM e do Cepea têm comprovado que as tecnologias da companhia geram retorno financeiro positivo para o produtor. Na média das dez etapas de 2017, o retorno foi próximo de 4% ao mês, que é excelente do ponto de vista econômico e foi obtido com diferentes tipos de dietas, de animais e de estruturas, legitimando que o investimento em tecnologia é fundamental para a atividade. No início de 2018, finalizamos o projeto de implantação do novo sistema de gestão, o SAP, utilizado globalmente na DSM, que está contribuindo ainda mais na eficiência e produtividade no atendimento prestado aos nossos clientes.

Destaques

Ariel Maffi é vice- -presidente da área de Ruminantes da DSM no Brasil

Quais são os principais desafios da pecuária brasileira quando falamos em nutrição animal?

Para enfrentar as adversidades econômicas da conjuntura atual, é indispensável o investimento em tecnologia na pecuária de corte e leite para a obtenção de eficiência na produção e rentabilidade para a gestão sustentável dos negócios. A pecuária nacional passa por um momento muito importante, em que busca produtividade e eficiência, que são decisivas para o sucesso da atividade. E tudo isso tem que estar aliado à sustentabilidade. Para superar esses desafios, investimos muito em pesquisas com a finalidade de desenvolver soluções viáveis para os produtores, e vamos continuar nessa direção com uma velocidade cada vez maior.