A Granja do Ano – 36 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Leite

Garantia de qualidade na produção

Destaques

Processos que envolvem a cadeia leiteira da cooperativa Frísia incluem inovações tecnológicas, boas práticas e respeito ao meio ambiente e ao bem-estar animal

A Granja do Ano — Qual é a estrutura dos negócios envolvendo a cadeia leiteira na Frísia?

Renato Greidanus — Em 2017, a Frísia atingiu a produção média de 581 mil de litros de leite por dia. Todo o volume captado é beneficiado através das indústrias da intercooperação, com participação das Cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, agora sob a Marca Unium. O Negócio Leite da Unium é composto pelas fábricas de Ponta Grossa/PR, Castro/PR e Itapetininga/SP. Nas plantas industriais há a produção das marcas Colônia Holandesa, Naturalle, Castrolanda e Colaso, além de marcas de terceiros, para os quais há prestações de serviços. A produção leiteira rendeu um faturamento de R$ 609,8 milhões em 2017, valor que representa 26,5% do faturamento total da cooperativa.

Quais são os diferenciais do trabalho da Frísia na produção leiteira?

Na pecuária de leite, os associados da Frísia mantêm um plantel de animais de produtividade muito superior à média brasileira. A título de comparação, temos cooperados que contam com uma produção média de 42 litros de leite por vaca/dia. No Brasil, a quantidade média de leite por vaca não passa de cinco litros por animal/dia. Nossos produtores são todos associados, o que torna rastreável todos os produtos beneficiados nas indústrias da intercooperação. Além disso, toda a qualidade do processo de produção na origem do leite é mantida e garantida pelas modernas estruturas das indústrias do Negócio Leite.

A Frísia está entre as melhores cooperativas da mais expressiva bacia leiteira do País, localizada na região dos Campos Gerais, no Paraná. Essa evolução é resultado das ações de melhorias realizadas nos últimos anos no setor pecuário, seguindo os mais rígidos controles de boas práticas de produção, com respeito ao meio ambiente e ao bem-estar animal. Outra importante ação foi o estabelecimento de uma parceria com a Clínica do Leite da Esalq/USP para a implantação do programa de gestão de propriedades leiteiras, intitulado Master Dairy Administration (MDA), que tem revolucionado a forma como produtores e técnicos trabalham. A qualidade do nosso rebanho também é um diferencial, movimentando o mercado de compra de animais com excelente valor genético. Um bom exemplo disso é que, recentemente, um de nossos associados, o Carlos Augusto Delezuk, foi premiado como criador-destaque pela Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa.

Todos esses diferenciais são possíveis graças à estrutura da cooperativa. Aqui, o associado pode participar das decisões, compartilhar os avanços e descobertas tecnológicas, trocar experiências e as melhores práticas, além de ter o apoio de uma organização profissional que dá assistência zootécnica e veterinária, ajuda na gestão e é decisiva na hora de reduzir custos, de negociar coletivamente vantagens e acesso ao crédito, além de buscar melhores preços. Essa troca de experiências e conhecimentos é tão importante para nós que, desde 2005, realizamos a ExpoFrísia, apresentando expositores, tecnologias e o melhor da genética pecuária. Essa feira traz, também, novidades em produtos e serviços oferecidos ao setor e movimenta negócios na região. A Frísia também já realizou duas edições da Digital Agro, uma feira voltada a discussões sobre temas como big data, blockchain, nanotecnologia, robótica, automação, gestão, entre outras tendências que envolvem a tecnologia no campo.

Destaques

Renato Greidanus, presidente da Frísia

Como avalia o desempenho da Frísia em 2018?

Apesar do cenário adverso em termos econômicos e políticos, estamos projetando resultados positivos para 2018. Nosso faturamento total chegou a R$ 2,41 bilhões em 2017, reflexo de um trabalho intenso para superar os desafios em um cenário que já era delicado na ocasião. Em função das adversidades políticas e econômicas pelas quais passa o Brasil, tivemos de rever nossas projeções em 2018, mas, como a Frísia conta com um faturamento baseado em diversos segmentos, seguimos crescendo, mesmo que em um ritmo menor. Nosso crescimento projetado para 2018 é de 5%.