A Granja do Ano – 36 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Ensino

Conhecimento agrícola além-fronteiras

Destaques

A Universidade de Passo Fundo/RS é a única não estatal creditada no Programa Arcu-Sul, que envolve os ministérios de Educação de Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile

A Granja do Ano — No ensino agrícola, quais são os cursos disponibilizados pela Universidade de Passo Fundo (UPF)?

Bernadete Dalmolin — A Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAMV) da UPF oferece o curso de graduação em Agronomia e o Programa de Pós-Graduação em Agronomia, com cursos de mestrado e doutorado

E quais são os diferenciais do ensino agrícola oferecido pela UPF?

Os alunos têm à disposição o Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária (Cepagro), com 270 hectares, onde está localizado o Campo Experimental, com 25 hectares, estando esse último próximo aos prédios da faculdade, o que permite que os alunos se desloquem facilmente para aulas práticas e trabalhos de pesquisa. A área do Cepagro está distribuída em oito setores agrícolas e zootécnicos, que dão suporte às aulas práticas e a atividades de pesquisa e extensão. Os trabalhos de cultivo em ambiente protegido estão distribuídos em 12 estufas agrícolas e uma casa de vegetação. A FAMV vem se esforçando no sentido de internacionalizar o curso de Agronomia, e o maior passo, nesse sentido, foi alcançado em 2013, com a acreditação no Programa Arcu-Sul, que é regido entre os ministérios de Educação de Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile.

Esse processo é resultado de uma série de avaliações que têm por fim certificar a qualidade acadêmica dos cursos. Entre os 12 cursos de Agronomia acreditados no Brasil, o único de universidade não estatal é o da UPF. Temos convênios de pesquisa e mobilidade acadêmica com universidades da Argentina e da França. A interação com a pesquisa científica é bastante priorizada, e muito disso se concretiza em função da atuação de acadêmicos com projetos de pesquisa no Programa de Pós-Graduação em Agronomia (mestrado e doutorado com conceito 4 na Capes). Temos parcerias com grandes empresas internacionais, com o objetivo de melhorar a capacitação dos nossos estudantes para o mercado de trabalho.

Destaques

Bernadete Maria Dalmolin é reitora da Universidade de Passo Fundo (UPF)

Como a UPF está inserida na região com o maior PIB agrícola do Rio Grande do Sul, os acadêmicos podem ter aulas junto ao setor produtivo, criando vivências individuais em função de estágios não curriculares. A exigência de horas de atividades complementares estimula a realização de estágios extracurriculares e a participação em pesquisas e eventos. Outro diferencial de grande importância no nosso curso se trata do Estágio Curricular Obrigatório no último semestre (4,5 meses). Nessa atividade, o estagiário recebe de duas a três visitas de professores, que ajudam a otimizar o processo e atendem a possíveis demandas do acadêmico concluin te do curso.

Nesse sentido, na sua percepção, quais são as demandas atuais e futuras da agropecuária brasileira aos novos profissionais do campo?

O mercado de trabalho na agricultura é bastante amplo. Temos egressos da UPF em diversos locais do Brasil, sobretudo na área de produção de grãos. Até 2050, teremos a demanda de alimentar 9,5 bilhões de pessoas. Para isso, a demanda de alimentos deverá aumentar em 50% a 60%. A área agrícola é o agente principal desse processo.