A Granja do Ano – 36 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaque 2018 Saúde Animal BOEHRINGER

Destaques

Portfólio para assegurar a sanidade

Destaques

Boehringer trabalha para alcançar criadores de diferentes perfis e rebanhos de todos os tamanhos com soluções inovadoras focadas na prevenção

Nome da empresa: Boehringer Ingelheim
Sede no Brasil: São Paulo/SP
Unidades no Brasil: Campinas, São Paulo, Itapecerica da Serra e Paulínea/SP
Operações no mundo: mais de 120 países
Faturamento em 2017: 9,2 bilhões de euros Funcionários no Brasil: aproximadamente 1,7 mil

A Granja do Ano — Como foi o desempenho da empresa em saúde animal no ano de 2017 e quais são os principais projetos para 2018?

Fabio Barone — A Boehringer Ingelheim é a segunda maior indústria de produtos para saúde animal do mundo e uma das maiores do Brasil. O ano de 2017 foi de transformações, com a integração entre Merial e Boehringer Ingelheim, que, hoje, consideramos em fase de consolidação. Podemos dizer que tivemos avanços e conquistas importantes, tanto em relação ao portfólio quanto em relacionamento e aproximação com nossos clientes – uma característica que não abrimos mão. Um de nossos pilares mais sólidos é o apoio ao aumento da produtividade dos pecuaristas, e, nesse campo, precisamos estar sempre muito atuantes. Paralelamente, o mercado brasileiro enfrentou dificuldades, motivo pelo qual a expectativa sobre 2018 tem sido muito grande. Neste ano, aliás, o trabalho está em ritmo acelerado, com o lançamento de produtos com a chancela de inovação, característica da companhia. Entre eles, podemos citar a vacina Bovela, contra a diarreia viral bovina (BVD), e a chegada da linha Eqvalan Reforce, para equinos. Isso sem falar nos lançamentos da área de animais de companhia, como Vetmedin e Semintra.

Fabio Barone, head de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim Brasil

Quais são as estratégias da empresa para se manter próxima dos seus clientes, especialmente os pecuaristas e outros profissionais ligados à pecuária?

Essa aproximação é a chave para o nosso sucesso. Os pecuaristas reconhecem na Boehringer Ingelheim a característica de inovação, sem perder a relação próxima e o foco na necessidade de cada cliente, por meio de tecnologia aplicada ao portfólio e prestação de serviço no campo. Nesse sentido, investimos e acreditamos na bandeira da prevenção, com soluções que ajudam nossos clientes a proteger seus rebanhos das principais enfermidades que comprometem seus resultados econômicos. Esse trabalho de parceria é um desafio constante em um mercado competitivo como o nosso. Sabemos que nos antecipar às necessidades e oferecer tecnologias que façam a diferença para a produtividade da pecuária no Brasil é um dos compromissos que firmamos como uma das líderes globais em saúde animal.

Quais são os principais desafios da pecuária brasileira quando falamos em saúde animal?

Segundo estimativas, há, no Brasil, cerca de 1,3 milhão de pecuaristas de todos os portes. Eles estão presentes em todas as regiões do País. Isso significa que suas necessidades variam em termos de tamanho dos rebanhos e desafios locais. Atender corretamente esses produtores é um grande desafio. Para isso, precisamos ter presença a campo (contamos com uma equipe especializada em nossos times de demanda e venda), portfólio amplo (temos uma linha completa de antiparasitários, por exemplo) e inovação (é preciso incorporar sempre novidades que tragam resposta às necessidades dos pecuaristas).

Qual é o tamanho do mercado de saúde animal no Brasil e quais são as expectativas do segmento para os próximos anos?

O mercado de saúde animal no Brasil movimentou R$ 5,3 bilhões em 2017, representando cerca de 5% do negócio em termos globais, segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan). Porém, é importante destacar que há muito potencial de crescimento, uma vez que o Brasil é um dos maiores produtores mundiais de proteínas animais e o segundo maior em população de cães e gatos. Na média, o investimento em produtos para saúde animal é baixo. Com portfólio moderno, eficaz e muita informação, a tendência é de o mercado crescer acima da média mundial nos próximos anos. A Boehringer Ingelheim Saúde Animal acredita e investe no Brasil. Nossa estratégia é de longo prazo. Há muito o que conquistar em termos de produtividade. E somos parceiros dos produtores nessa jornada.