Melhora condição da lavoura de soja no PR, diz Deral

As condições das lavouras de soja 2020/21 do Paraná melhoraram na última semana, apontou levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Estado, divulgado nesta terça-feira, 12. Conforme o boletim, 82% das lavouras de soja estavam em situação boa na semana encerrada em 11 de janeiro, contra 79% no período anterior.

As lavouras em condição média passaram de 17% para 15% e as em situação ruim se mantiveram em 3%. Das lavouras no campo, 44% estão em frutificação, 43% em floração, 10% em desenvolvimento vegetativo e 2% em maturação. A colheita ainda não chega a 1%, conforme o Deral. No entanto, relatório de detalhamento regional aponta 192 hectares já colhidos em Pato Branco.

Já de milho verão, a qualidade das lavouras se manteve ante a semana anterior, com 79% em boa situação, 16% em condição média e 5% em situação ruim. Segundo o Deral, 58% das lavouras estão em frutificação, 22% em floração, 13% em maturação e 7% em desenvolvimento vegetativo. A colheita no Estado não chega a 1%, mas o detalhamento regional aponta 132 hectares colhidos em Paranavaí.

De milho segunda safra, o plantio não chega a 1% da área ainda, mas as lavouras já plantadas estão 100% em boas condições. Segundo o detalhamento regional, há 9,225 mil hectares semeados em Francisco Beltrão, Irati, Ponta Grossa, União da Vitória e Guarapuava. Dessas, 83% estão em germinação e 17% em desenvolvimento vegetativo.

Para a primeira safra de feijão, 38% da área foi colhida. A situação das lavouras melhorou, com 82% em condição boa, ante 79% na semana anterior, 17% em situação média, ante 19% uma semana antes, e 2% em condição ruim, porcentual inalterado ante a semana passada. Da safra ainda no campo, 59% das plantações estão em maturação, 26% em frutificação e 15% em floração.

Já o plantio de segunda safra de feijão avançou de 1% para 4% em uma semana, com 100% das lavouras em boas condições – ante 98% na semana passada. Conforme o Deral, 70% das lavouras estão em germinação e 30% em desenvolvimento vegetativo.

Data: 13/01/2021
Fonte: Estadão

Últimas notícias