Diminui volume de açúcar programado para embarque nos portos

O total de navios que aguarda para embarcar açúcar nos portos brasileiros estava em 28 na semana encerrada em 06 de janeiro, contra 35 na semana anterior (30 de dezembro), de acordo com levantamento realizado pela agência marítima Williams Brasil. Conforme o relatório, foi agendado carregamento de 930.535 toneladas de açúcar, ante 1,139 milhão de toneladas na semana anterior.

Pelo Porto de Santos (SP) deve ser carregada a maior parte, 495.125 toneladas, ou 53% do total. Depois aparecem o porto de Paranaguá, no Paraná (328.910 toneladas – 36%), Recife, em Pernambuco (48 mil toneladas – 5%) Maceió, nas Alagoas (44.100 toneladas – 5%), Suape, em Pernambuco (11.250 toneladas – 1%), e São Sebastião, em São Paulo (3.200 toneladas).

A carga de açúcar a ser exportada consiste da variedade VHP (718.678 toneladas), Refinado A45 (126.407 toneladas) e Cristal B150 (84.450 toneladas). O relatório da agência leva em conta as embarcações já ancoradas, as que estão em largo esperando atracação e ainda as com previsão de chegada até o dia 11 de fevereiro.

EXPORTAÇÃO

A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de açúcar e outros melaços chegou a US$ 40,033 milhões em dezembro (em 22 dias úteis). Já o volume médio diário de exportações totalizou 135,607 mil toneladas.

Foram exportadas 2.983.359 toneladas de açúcar no período, com receita total de US$ 880,727 milhões e um preço médio de US$ 295,20 por tonelada.

Na comparação com a média diária de dezembro de 2019, de US$ 19,691 milhões, verificou-se alta de 103,31% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em dezembro de 2020.

Em volume, houve crescimento de 98,11%, ante as 68,451 mil toneladas diariamente embarcadas em dezembro de 2019. Já o preço médio subiu 2,62%, ante os US$ 287,70 por tonelada verificados em dezembro de 2019.

Data: 11/01/2021
Fonte: Safras & Mercado

Últimas notícias