Grupo Santa Clara espera crescer 43% na safra 2020/2021

O Grupo Santa Clara, empresa líder em inovação tecnológica em nutrição vegetal, prevê aumento de 43% em seu faturamento na safra 2020/2021. Esse percentual é similar ao aumento da última safra (2019/2020), quando alcançou uma alta de 44% em faturamento. Esse índice é sete vezes maior do que a média de crescimento que o setor registrou no ano passado, da ordem de 6%, segundo dados da Associação Brasileira Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal (Abisolo).

O faturamento da companhia já havia dobrado nas duas últimas safras. Esses resultados positivos são decorrentes do planejamento estratégico estruturado, que culminou na ampliação do seu marketing share em todas as regiões chave da agricultura nacional, especialmente, em Minas Gerais, Mato Grosso, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná; e na melhoria do mix de produtos comercializados.

Nesse sentido, as linhas de fertilizantes especiais e de sementes forrageiras foram as que alcançaram maior crescimento. A divisão Brazilian Seeds, por exemplo, conquistou uma alta de aproximadamente 880% na última safra. Para os próximos anos, a empresa está se planejando para elevar sua participação nos mercados de hortifrúti (HF) e de cana de açúcar.
Esse crescimento também está pautado na alteração do perfil de seus canais de distribuição. Optou-se pela manutenção do número de distribuidores, mas priorizando aqueles canais com maior cobertura geográfica, o que possibilitou um melhor aproveitamento do potencial de acesso ao mercado por parte deles.

E, para sustentar esse bom resultado nos próximos anos, o Grupo Santa Clara segue investindo acima de 8% do seu faturamento bruto em Pesquisa & Desenvolvimento. “Com isso, conseguimos gerar resultados de alta qualidade para melhor aproveitar as nossas ideias e soluções já existentes e mantivemos um forte pipe line de desenvolvimento de novas tecnologias. Estamos com alto investimento em uma linha de tecnologia única na área de biodefensivos, no qual contamos com parcerias estratégicas com a EMBRAPII, ESALQ e EMBRAPA. Isso pode resultar em uma nova planta produtiva fabril, dedicada exclusivamente a essa produção”, afirma Marcelo Vieira Rolim, diretor técnico e marketing da Santa Clara.

Também está em execução um projeto de ampliação da unidade fabril de fertilizantes foliares de Jaboticabal para manutenção do alto nível de atendimento aos produtores rurais e para a fabricação de novos produtos de seu portfólio, decorrentes do intenso trabalho de P&D. A expansão já está em andamento, com previsão de início de obras civis na safra 2020/21 e sequência de investimentos que deve ir até a safra 2022/23. Nesse parque, já foram feitas melhorias da infraestrutura física e de equipamentos, que ampliaram sua capacidade produtiva em 71%, e foram aplicados recursos no sistema construtivo da linha de Suspensão Concentrada para ampliar em 75% sua produtividade.

O aumento da demanda esperada pelo Grupo Santa Clara também é decorrente das vendas internacionais. A expectativa para este ano é triplicar as exportações na safra 2020/21, com suas linhas de fertilizantes especiais, para as Américas do Sul e Central e maior penetração em alguns países europeus.

Esse crescimento sustentável também está diretamente ligado às pessoas, por isso, a empresa aumentou em 50% o quadro de colaboradores da parte administrativa e operacional. Além disso, implementou um projeto de capacitação e gestão da equipe de vendas, com a finalidade e garantir o nível de satisfação dos agricultores com as soluções oferecidas pela marca para a agricultura.

Embora a pandemia tenha promovido ajustes na forma de trabalho, o Grupo Santa Clara manteve agilidade em suas tomadas de decisões e absorveu algumas tecnologias que permitiram seu funcionamento normal, com atendimento de clientes e produção dentro do planejado. Como resultado, ela conseguirá superar todas as metas planejadas.

Data: 15/10/2020
Fonte: Assessoria de Imprensa

Últimas notícias