Queda no indicador do algodão deste mês se amplia para 6%

Atentos ao avanço do beneficiamento da safra 2019/20 e ao possível aumento da oferta no spot nacional, agentes de indústrias estão afastados das aquisições de lotes de algodão em pluma, à espera de preços menores.

Segundo levantamento do Cepea, apenas alguns compradores realizam contratos envolvendo pequenos volumes, cenário que mantém baixa a liquidez doméstica.

Do lado vendedor, pesquisadores do Cepea indicam que muitos produtores estão focados na colheita e no cumprimento de embarques de contratos a termo, mas os que precisam “fazer caixa” acabam sendo flexíveis nos preços de comercialização.

Na parcial de setembro, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, recuou 6,09%, fechando em R$ 3,1095/lp nessa terça-feira, 15.

Data: 16/09/2020
Fonte: Cepea

Últimas notícias