Oferta reduzida mantém preços do trigo em alta

Em meio a oferta interna reduzida, aos altos custos da importação e ao valor do dólar, o preço do trigo brasileiro continua se mantendo em patamares elevados. A expectativa é de que as cotações do cereal se mantenham firmes até, pelo menos, o final da colheita, com os valores decaindo após agosto.

De acordo com Safras & Mercado, entre julho de 2019 e abril de 2020, o Brasil importou cerca de 5,2 bilhões de toneladas de trigo, boa parte do montante previsto para toda a temporada, que beira aos 7 bilhões de toneladas. A crise gerada pelo Covid-19 auxilia nessa questão, já que com a quarentena a procura por derivados de trigo diminuí consideravelmente.

Data: 25/05/2020
Fonte: A Granja

Últimas notícias