Câmbio eleva custo de produção no Rio Grande do Sul em 10% no ano

A variação cambial voltou a influenciar os custos de produção do agronegócio no mês de setembro. O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) registrou alta de 3,68%, principalmente impactado pelo preço dos fertilizantes. No acumulado do ano o aumento foi de 10,73% e nos últimos 12 meses 13,95%. O relatório divulgado na segunda-feira, dia 22, destaca a taxa cambial de agosto foi 32% maior que no mesmo período do ano passado. O Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelo produtor Rural também registrou alta, atingindo 5,27% no último mês. Os principais responsáveis pelo resultado foram os preços da soja e do milho.

No acumulado do ano, o aumento chega a 24,21%. É possível perceber o descolamento entre os preços do campo e das prateleiras dos supermercados. Nos últimos 12 meses, o aumento do IIPR acumulado foi de 29,61%, enquanto o IPCA Alimentos ficou em 2,68%. Já na relação entre o IICP e o IPCA a diferença também é grande. Enquanto o primeiro chegou a 13,95%, o segundo marcou 4,53% em 12 meses.

Data: 24/10/2018
Fonte: Sistema Farsul

Últimas notícias