Notícias da Argentina

ALTA NOS IMPOSTOS DE EXPORTAÇÃO

O novo Governo argentino, comandado por Alberto Fernández, modificou o sistema de alíquotas para os produtos agrícolas. Por meio do Decreto nº 37/2019, foi eliminado o limite de 4 pesos para cada dólar exportado e ampliados os impostos para 9% para carnes e laticínios, 15% para trigo e milho, e 33% para soja. Produtos como farinha de trigo, arroz, amendoim e leite em pó serão tributados em 9%. O anúncio provocou indignação entre os produtores, e o Governo justificou a medida como urgente para enfrentar “a grave situação das finanças públicas”.

NOVA TECNOLOGIA PARA A SOJA

Pesquisadores do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (Inta), de Pergamino, da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires e do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas (Conicet) apresentaram um modelo simples e dinâmico que antecipa as etapas de desenvolvimento e crescimento da soja. É o Cronosoja, um software que ajuda na definição da melhor data de plantio e da combinação mais adequada de variedades para um local específico de cultivo. Segundo o especialista em ecofisiologia de cultivos do Inta Pergamino, Alan Severini, a ferramenta pode auxiliar os produtores na informação sobre a ocorrência de períodos críticos nas regiões de cultivo.

MERCADO CHINÊS

O Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa) firmou acordo com a China para a exportação de limão ao gigante asiático. O ministro da Agricultura, Luis Basterra, comemorou o novo mercado e disse que o fato incentiva o país a seguir o caminho da agregação de valor às exportações.

Trigo

A Bolsa de Comércio de Rosário informou que a nova estimativa para o trigo na safra 2019/2020 é de 19,5 milhões de toneladas, um volume recorde. O impressionante é que essa projeção se mantém apesar da falta de água que caracterizou o ciclo. A expectativa positiva é ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!