A Granja 75 anos - História

Dos assinantes às curtidas

A revista A Granja começou inovadora na imprensa brasileira naquele dezembro de 1944. Inspirada na americana Time, foi a primeira revista no formato 21x29 centímetros, em uma época em que as demais revistas tinham um tamanho superior. E foi a primeira revista brasileira a circular para assinantes (nesta página, proposta de assinatura dos anos 1940). Depois, edição após edição, nos anos e nas décadas sequentes, a publicação foi pioneira ao abordar uma série de assuntos que se tornaram corriqueiros na imprensa, inclusive na especializada agrícola, como defensivos agrícolas, agribusiness, inseminação artificial, plantio direto, transgênicos e outros. E, assim, se passaram edições impressas após edições impressas...

E, então, surgiu o ambiente digital. Em junho de 1996, um anúncio institucional de duas páginas, uma novidade era anunciada: “Mais uma vez, a revista A Granja arranca na frente e dá aos seus leitores e a todas as pessoas ligadas ao meio rural um site totalmente voltado à agropecuária e ao agribusiness. Mas o que é um site? Site nada mais é do que um lugar na internet, um endereço”. E era só o começo da revista neste mundo ilimitado do digital. Hoje, além do tal site – e dos assinantes do impresso, é claro –, a revista A Granja circula – pelo mundo – via newsletter e aplicativo, além das redes sociais Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e LinkedIn.