Plantio Direto

Impactos no solo pelas mudanças de atividade

Engenheiro-agrônomo, doutor em Agronomia Vanderlei Rodrigues da Silva, professor da Universidade Federal de Santa Maria/RS, campus de Frederico Westphalen/RS, pesquisador na área de Ciência do Solo; engenheiro florestal e mestre em Agronomia: Agricultura e Ambiente Gerry Rieth; engenheiro-agrônomo, mestre em Agronomia Felipe Bonini da Luz, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas na Esalq/USP; e engenheiro-agrônomo Daniel Aquino de Borba, bolsista de treinamento técnico Fapesp-Esalq/USP

A conversão do uso da terra de sistemas naturais para agrícolas é processo constante no Rio Grande do Sul. A mudança ocorre, principalmente, pelo retorno econômico nessas áreas. Entre os sistemas agrícolas, a soja é o principal cultivo que faz com que seja promovida a mudança pelos agricultores gaúchos. Desse modo, modifica as características dos locais e, principalmente, das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. A conversão pode favorecer ou comprometer a qualidade do solo, principalmente quando o seu manejo é inadequado. Técnicas como o sistema de plantio direto, que preservem a estrutura do solo, aumentam o teor de matéria orgânica, reciclam os nutrientes benéficos para as propriedades do solo.

O objetivo de uma pesquisa foi avaliar o impacto do cultivo da cultura da soja nas propriedades do solo em diferentes regiões de expansão da cultura no Rio Grande do Sul e em áreas cultivadas sob plantio direto. O estudo foi realizado com apoio da Fundação Agrisus em áreas de três regiões do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) do Rio Grande do Sul: Rio da Várzea, Central e Vale do Jaguari. O Corede Rio da Várzea fica em uma região tradicional do cultivo da soja desde a década de 1960, e o solo característico da região é o Latossolo Vermelho distroférrico de textura argilosa. No Corede Central, região com expansão da s...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!