Seedpoint

Só o MIP assegura a QUALIDADE

Seedpoint

Grãos armazenados exigem uma série de cuidados para se tornarem sementes viáveis a campo

Irineu Lorini, pesquisador da Embrapa Soja, [email protected]

A conservação inadequada dos grãos tem como causa diversos fatores, entre os quais se destacam os in-setos-praga de armazenamento. A forma de minimizar esse problema é a adoção do Manejo Integrado de Pragas (MIP) de Grãos Armazenados, que prevê o conhe-cimento das condições de armazenagem e da unidade armazenadora; a identifi-cação de espécies e de populações de pragas ocorrentes e seus danos; a lim-peza e a higienização das instalações de armazenagem; a associação de medidas preventivas e curativas de controle de pragas; o conhecimento dos inseticidas registrados, de sua eficiência e da resis-tência de pragas; a análise econômica do custo de controle e da prevenção de perdas; e o sistema de monitoramento de pragas para tomada de decisão no momento adequado, evitando as perdas.

A integração de diferentes métodos de controle é prática essencial para se obter sucesso na supressão de pragas. A resistência de pragas a inseticidas, crescente no Brasil, exige o uso integra-do de outros métodos que não somente os químicos. Os métodos físicos, que antecederam os químicos no controle de pragas no passado, devem ser retomados e adequados ao uso presente e futuro. O controle químico, adotado na maioria das unidades armazenadoras pela facilidade e simplicidade de uso, tem apresentado limitações de emprego, pelo aumento da resistência de pragas a esses inseticidas ou pela contaminação de alimentos através do resíduo deixado no grão. A so-lução para reduzir o efeito de pragas em grãos não é simples e exige competência técnica para ser executa...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!