Na Hora H

O PROBLEMA DA FISCALIZAÇÃO E A QUALIDADE DE NOSSOS PRODUTOS

Como importador que foi até o final da década de 1970, é evidente que a preocupação do Brasil deveria concentrar-se na qualidade, no preço e na certificação dos produtos que comprava. Claro, sofremos muito, pois poucos dos produtos dos quais dependíamos tinham seus cerificados de qualidade. Mas, especialmente depois de 1968, os preços dos alimentos que importávamos praticamente dobraram em função de sua baixa oferta nos mercados internacionais. Temos de considerar que, àquela época, o consumidor médio brasileiro gastava de 42% a 48% de toda a sua renda familiar só com alimentação e não tinha condições de escolher para a sua dieta produtos mais sofisticados. A nossa demanda se concentrava em trigo, leite, carne e, às vezes, em feijão, arroz e até milho. Nessa linha de produtos, a cerificação de qualidade das regiões que importávamos pouco nos interessava. O que interessava era o nosso abastecimento.

O tempo passou, a nossa posição de importador se reverteu, e, hoje, o Brasil se tornou um grande player mundial na exportação de alimentos. Exportamos desde o nosso tradicional café até as carnes bovina, de aves e suína, a laranja natural ou em suco, as frutas como manga, maçã, pera, banana, abacate e uva, além de soja, milho, algodão e tantos outros, cujos mercados, a cada dia mais, se abrem aos nossos produtos tropicais. Agora, sim, os nossos compradores, a cada dia, se tornam mais exigentes. Afinal, pela redução da capacidade de oferta dos produtos de clima temperado que dominaram o abastecimento alimentar do mundo, já não estão como eram tanto à disposição do mercado, ou seja, denunciam a sua própria escassez. São os produtos tropicais que irão substituir, como já estão sendo, a oferta para o mercado internacional.

Os consumidores dos grandes e populosos países que se enriquecem em muito maiores proporções começam a se preocupar com a origem e, lógico, com a qualidade...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!