Abribusiness

CAFÉ Mercado mantém-se sob pressão de ampla oferta global

Abribusiness

Lessandro Carvalho - [email protected]

O mercado internacional que café se manteve sob a pressão da ampla oferta global em agosto. Até o dia 22, as cotações do arábica na Bolsa de Nova York, que baliza a commodity, se mantinham abaixo da importante linha de US$ 1 por libra-peso (contrato dezembro). O forte ritmo das exportações brasileiras tem sido fundamento determinante para os preços serem pressionados. O Brasil, maior produtor e exportador, fechou a temporada 2018/19 (julho/junho) com embarques recordes de 41,1 milhões de sacas (somando café verde e industrializado). E em julho, primeiro mês da temporada 2019/20, o País manteve embarques pujantes, de 3,2 milhões de sacas. O fato de o período ser de verão no Hemisfério Norte, quando se consome menos bebidas quentes, contribuiu para limitar movimentos de recuperação nos preços. Com uma oferta tranquila e o consumo em ritmo moroso, o cenário é confortável para os compradores. A comercialização da safra 2019/20 (julho/junho) chegou a 43% até 20 de agosto, segundo Safras & Mercado. As vendas estão adiantadas em relação ao ano passado, quando 38% da safra 2018/19 estava comercializada até então. A comercialização está também acima da média dos últimos cinco anos, que é de 37% para a época. Com isso, já foram comercializadas 25,09 milhões de sacas, de uma safra 2019/20 de 58,9 milhões de sacas.

MILHO Mercado brasileiro não aceita baixas de agosto

Abribusiness

Arno Baasch - [email protected]

Apesar da forte correção nos preços do...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!