Soja

Safra perfeita passa por solo, planta e manejo

Soja

Tecnologias estão disponíveis para o produtor, então o que define a produtividade da lavoura é a eficiência agrícola, que está relacionada a um bom planejamento do sistema de produção. O detalhe, o amor e o capricho pelo que se faz são decisivos

Engenheira-agrônoma Elizana Baldissera Paranhos, integrante do Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb), produtora em Capão Bonito/SP, vencedora do Desafio Cesb de Máxima Produtividade/Sudeste Safra 2014/15

Com o aumento do custo de produção, a busca por altas produtividades tem sido constante pelos agricultores. Mas, para isso, é necessário ter em mãos o diagnóstico das áreas e conhecer com detalhes as limitações de cada gleba. Imagens de satélite, mapas de colheita, de textura, de fertilidade, de nematoides e resistência à penetração são ferramentas essenciais para definirmos com mais exatidão os ambientes de produção. Na agricultura, não se pode pensar em uma lavoura isoladamente, e sim no sistema como um todo, para que seja sustentável, longevo e rentável. Hoje, muito se fala a respeito de yield gap, ou seja, quebra de produtividade.

Mas como isso poderia ser minimizado? Os efeitos do clima relacionado à temperatura, radiação solar e déficit ou excesso hídrico estão fora do nosso controle. Mas temos uma ação direta sobre outros fatores muito relevantes, como solo, planta e manejo. O potencial produtivo de uma lavoura está expresso na genética da planta, mas, para se atingir a máxima eficiência agrícola, deve-se considerar os seguintes pontos:

Solo — Altas produtividades podem ser alcançadas mesmo em anos de veranicos, se a capacidade de retenção de água do solo for alta. Isso se dá quando há condições favoráveis ao cr...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!