Gente do Fito

IHARA: CERTEZA N PRIMEIRO TS PARA DOENÇAS DE SOLO E NEMATOIDES

Gente

A Ihara apresenta ao mercado o Certeza N, primeiro tratamento de sementes que é um fungicida e também controla os nematoides. A solução é pioneira para TS Fungicidas com registro em nematoides na soja e no milho, e conta com a exclusiva tecnologia UHPS (Ultra High Performance Sticker) em sua formulação, que proporciona uma melhor aderência à semente, isto é, proteção à lavagem pela chuva. “O Certeza N representa uma maior comodidade para o agricultor durante o manejo, já que oferece um controle simultâneo das principais doenças de solo e nematoides. Sendo assim, o produto promove uma importante redução do operacional e custos, já que o tratamento das sementes com Certeza N dispensa o uso de outros defensivos”, afirma Luis Fernando Andrade, gerente de Produtos Fungicidas.


CORTEVA: “EXPEDIÇÃO DA AGRICULTURA PARA A VIDA” NA TECNOSHOW

Gente

A Corteva Agriscience, D i v i s ã o A g r í c o l a d a DowDuPont, participou da Tecnoshow Comigo, em Rio Vrede/GO, no mês passado. “A Corteva tem um portfólio completo, oferecendo soluções para os cultivos mais importantes do País e por meio de uma estratégia de multicanais. Por essa razão, a participação em eventos, como a Tecnoshow Comigo, é muito importante para a companhia, pois permite a apresentação de nossas soluções, demonstrando como a inovação pode contribuir para uma agropecuária ainda mais eficiente”, afirmou Roberto Hun, presidente da Corteva no Brasil e Paraguai. Uma das principais atrações foi uma escolamóvel, “Expedição da Agricultura para a Vida”, pelo qual um caminhão de sete metros de comprimento e 3,5 de largura, teve o baú adaptado para criar um ambiente agradável e em formato de auditório, onde pesquisadores e especialistas ministram aulas.


PARECIS SUPER AGRO RECEBEU A TERCEIRA GERAÇÃO DE SOJA GM DA BAYER

Gente

A Bayer apresentou pela primeira vez na 12ª edição da Parecis Super Agro, em Campo Novo do Parecis/MT, no mês passado, a plataforma Intacta 2 XTend, a terceira geração de soja transgênica desenvolvida pela companhia. Com lançamento comercial previsto para 2021, a Plataforma Intacta 2 XTend proporcionará maior proteção contra as principais lagartas da soja, além de auxiliar num controle mais amplo de plantas daninhas. Para isso, além do herbicida glifosato, a soja será tolerante também ao herbicida dicamba. “Ao visitar a área com a soja plantada, o sojicultor pode ver com mais clareza os benefícios que a plataforma Intacta 2 XTend levará aos campos, como o controle mais amplo de plantas daninhas, especialmente as de folhas largas, e a proteção contra as principais lagartas da cultura da soja”, afirmou o líder de lançamento da Intacta 2 XTend, Fábio Passos.


UPL LEVA PORTFÓLIO DE FUNGICIDAS MULTISSÍTIO NA FARM SHOW

Gente

A UPL apresentou suas soluções em soja e algodão na quinta edição da Farm Show, mês passado, em Primavera do Leste/MT. Os produtos foram mostrados em um campo experimental dentro do estande da empresa. “Uma coisa é quando falamos sobre resultados e outra diferente é quando mostramos o resultado e a comparação com as plantas testemunhas. É uma forma de materializar em uma pequena parcela os resultados que podem ser encontrados no campo. E isso acaba também ajudando nossa equipe comercial, presente na feira, que consegue orientar sobre as especificidades e singularidades de cada solução, bem como os momentos de aplicação”, explicou Rafael Borba, gerente de Cultivos Extensivos Norte da UPL.


HELM DO BRASIL NO SIMPÓSIO NACIONAL DA AGRICULTURA DIGITAL

Gente

O consultor da Helm do Brasil Diogo Lavorenti palestrou sobre o tema A Democratização da Agricultura Digital no Simpósio Nacional da Agricultura Digital, evento no mês passado em Piracicaba/SP que apresentou as perspectivas e inovações para o agronegócio. No evento foram apresentados os avanços tecnológicos e ferramentas já disponíveis no mercado para auxiliar do pequeno ao grande produtor. Para Lavorenti, o simpósio ofereceu ao produtor a oportunidade de se atualizar e ter acesso às novas tecnologias. “Um exemplo disso é o SkyFLD, nova ferramenta de agricultura de precisão da Helm do Brasil que oferece otimização na utilização de insumos e na rentabilidade do produtor rural”, destacou.


FMC DIVULGA EXPERTISE NO DIA DE CAMPO COPROSSEL

Gente

FMC participou do Dia de Campo Coprossel, em abril, em Laranjais do Sul/ PR, evento que apresentou as principais tecnologias do setor. De acordo com o gerente de Marketing da FMC, Jedir Fiorelli, a companhia ressaltou sua expertise no manejo de soja e milho por meio de soluções químicas e biológicas integradas. “A Coprossel é parceira de longa data da FMC e nosso desejo foi fortalecer ainda mais esse relacionamento, concedendo suporte necessário aos participantes com intuito de alavancar a rentabilidade de suas lavouras”, ressaltou ele. Para a soja foram destacados os benefícios do herbicida Stone (pré-emergente); os inseticidas Premio, líder no controle de lagartas, e Hero para percevejos, e o Talisman, também para percevejos; e o nematicida biológico Presence, uma inovação da FMC.


NUFARM AMPLIA PORTFÓLIO DE SOLUÇÕES PARA CANA

Gente

Nufarm anunciou o lançamento do inseticida Maestro 800 W, para controle das principais pragas de solo que atacam a cana-de-açúcar. O produto, à base do ingrediente ativo Fipronil, é recomendado principalmente ao manejo de Sphenophorus levis, corós, formigas e cupins. De acordo com o agrônomo e gerente de produtos Alexandre Manzini, com Maestro 800 WG a empresa australiana fortalece seu portfólio de soluções voltado a cultura da cana no País. Manzini assinala ainda que o novo produto também é indicado às práticas do MIP e manejo de resistência de insetos aos ingredientes ativos de agroquímicos em linha no Brasil. “As aplicações de Maestro® 800 WG são feitas diretamente no solo, no plantio da cultura”, esclarece o agrônomo.


“A meta é lançar 18 novos produtos nos próximos anos”

Gente

Cesar Rojas, presidente da Albaugh no Brasil e Albaugh/ Atanor Argentina

Qual é a avaliação da empresa dos seus quatro anos de presença na agricultura brasileira?

A Albaugh considera o resultado acima da média. Desde o desembarque no mercado brasileiro, nossa receita cresceu 155% e nos posicionou entre as empresas que mais crescem no setor de defensivos. A Albaugh manterá investimentos para sustentar esse crescimento. Para o final de 2019, a meta é ganhar 1% de market share, principalmente pela maior participação no importante mercado de fungicidas para soja, com um plano de aplicar nossos produtos em mais de três milhões de hectares da oleaginosa. A ampliação do portfólio de produtos também pressupõe a entrada da Albaugh em novos segmentos, como a cultura da cana-de-açúcar. Faremos ainda investimentos na ampliação da planta industrial de Resende/RJ, onde planejamos colocar em funcionamento uma nova unidade para produção de SC (Formulações em Suspensão Concentrada).

Como foi a aceitação dos produtores brasileiros às propostas e produtos da Albaugh?

Conquistamos a confiança de uma importante parcela de agricultores e também solidificamos parcerias com a rede de distribuição. Chegamos ao País com a proposta de revolucionar o mercado de agroquímicos pós-patente. Ofertamos insumos de qualidade a preços altamente competitivos ao campo. Mesmo após os solavancos do câmbio no ano passado, a Albaugh não repassou instabilidades de mercado a seus clientes. Isto fortaleceu a percepção positiva sobre a marca Albaugh e sustentou nosso crescimento. No tocante a produtos, há diversos estudos que respaldam o desempenho agronômico da linha Albaugh conforme as necessidades do produtor, bem como comprovam a entrega de resultados robustos. O produto Reconil, por exemplo, recém-lançado, teve ampla aceitação por se constituir num fungicida multissítio com valor agregado e ótima relação custo-benefício no manejo de resistência de fungos aos fungicidas sistêmicos, e também no controle de doenças da soja, incluindo as de final de ciclo.

Quais serão as iniciativas da empresa, como lançamentos de produtos, para os próximos anos de Brasil?

A meta é lançar 18 novos produtos no Brasil nos próximos anos, sendo seis deles ainda em 2019. Outro ponto importante de nosso plano contempla ampliar a planta industrial de Resende, que já conta com a maior capacidade instalada no mundo para produzir fungicidas à base de cobre. Construiremos uma fábrica para fornecer herbicidas ao mercado brasileiro e ampliaremos a cobertura com nossa força comercial.

Considerações mais gostaria de ressaltar sobre a Albaugh e a agricultura brasileira.

A Albaugh enxerga na agricultura brasileira uma oportunidade para crescer de forma orgânica. No Brasil se produz mais e melhor e de forma sustentável. O agricultor brasileiro merece o respeito da sociedade. Merece receber incentivos para ser ainda mais competitivo. A agricultura é o verdadeiro “sol” do Brasil, o caminho mais curto para o crescimento, a prosperidade e a melhora da qualidade de vida de sua população.