Florestas

Já pensou em LUCRAR com APP e RL?

Florestas

Como a restauração com espécies nativas e sistemas agroflorestais pode ser um modelo economicamente viável para produtores e ao mesmo tempo proteger o meio ambiente – e estar dentro da lei. A exploração econômica de florestas nativas plantadas é muito mais simples legalmente do que o manejo de florestas naturais ou mesmo de eucaliptos

Alan Batista, analista de investimentos, Miguel Calmon, consultor sênior do programa Florestas, e Raul Silva Telles do Valle, consultor de políticas públicas, do instituto de pesquisas WRI Brasil, www.wribrasil.org.br

O Brasil é um país florestal e, hoje, tem uma grande oportunidade de desenvolver uma vibrante economia dos produtos madeireiros e não-madeireiros da floresta. Todas as condições estão no lugar. O Brasil tem uma legislação consolidada sobre florestas em propriedades privadas, com a previsão de um componente econômico e de conservação em áreas de Reserva Legal. Há pelo menos 30 milhões de hectares de áreas de pastagem de baixa e muito baixa aptidão agrícola que poderiam ser ocupados por florestas. O País com um setor agropecuário moderno, que busca produzir mais em menos espaço através da intensificação, uma tendência identificada por recente estudo da Embrapa que pode abrir espaços para inserir florestas na produção. E já há tecnologias e modelagens econômicas para que mesmo investimentos de longo prazo, como o plantio de florestas para madeira, tragam resultados econômicos. Essas condições coincidem com o crescente interesse da sociedade em valorizar os produtos nativos e nacionais, em uma produção eficiente e ambientalmente sustentável. A oportunidade para as florestas terem valor é hoje maior do que nunca.

Mas apesar de todas essas oportunidades, as f...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!