Herbert & Marie Bartz

APRENDIZADOS NA INFÂNCIA SÃO ENSINAMENTOS PARA VIDA

Herbert

Nesta edição voltaremos no tempo, onde Herbert Bartz conta um pouco de sua vida na infância e adolescência e como lhe marcaram algumas experiências que resultaram em ensinamentos para toda a vida, especialmente a atuação dele como agricultor, cultivando plantas. Vou lhes contar um pouco de sua história para situá-los no trecho que ele contará logo a seguir. Bartz nasceu em Rio do Sul/SC em 1937. Com um ano de idade foi para a Alemanha com família para tratarem um problema cardíaco que a mãe dele possuía na época. Quando decidiram retornar ao Brasil algum tempo depois havia sido decretado o fechamento dos portos devido ao início da Segunda Guerra Mundial. Bartz, criança, vivenciou os horrores e dificuldades que uma guerra é capaz de proporcionar. No entanto, muitas são os aprendizados positivos que ele utilizou na sua vida. Uma delas, sobre uma boa alimentação e o desempenho físico e o paralelo que ele traça para o crescimento das plantas.

Herbert Bartz: “Desde as primeiras lembranças que eu me recordo de minha infância, aos 5/6 anos de idade, eu já participava nos trabalhos que fazem parte da vida rural. As colheitas de batatas, de cenouras, de cebolas, estão na minha memória como atividades que implicam em trabalhar fisicamente pesado. Como os homens estavam no front da guerra, a maioria dos trabalhos eram executados pelas mulheres e pelas crianças. Sendo esta a razão pelo qual na época os sacos de batatas, por exemplo, tinham volumes menores de 25 a 30 quilos ao invés dos 50 quilos que os homens costumavam manipular. Apesar das dificuldades devido à guerra, nesse período a comida era rica em qualidade e volume. Mesmo consumindo enormes volumes de batata, os nossos corpos eram magros e musculosos, resultado do uso da energia na...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!