Digital

Por um campo mais CONECTADO: missão de todos

Digital

O evento Farm & Food, em Berlim, deixou claro que decisões devem ser tomadas imediatamente para que o campo seja mais “digitalizado”

Bernhard Kiep, Fazenda Cachoeira Itaberá/SP, conselheiro na Pessl/Metos Austria, Terra Viva Agrícola, Harvard Angels do Brasil e diretor-geral da Bermad Válvulas do Brasil

Após acompanhar, novamente, a Farm & Food 4.0, em Berlim, em janeiro, notei que algumas coisas mudaram bastante nos discursos dos representantes de países focados no mundo agrícola. A mudança está em como as autoridades veem o tema “conectividade” e como os governos, juntamente com iniciativas privadas, terão que agir mais coesamente. Isso mesmo. Após mais de 20 anos de desenvolvimento “digital” no mundo agro, foi uma surpresa positiva para mim ver a “alta política” tomando nota das mudanças fundamentais na agricultura. Reunidos em Berlim, a cúpula de ministros da Agricultura de vários países, além de ministros das áreas de economia, pesquisa e desenvolvimento, e formuladores de políticas de todo o mundo agro discutiram as seguintes questões: A agricultura é digital? Quais soluções inteligentes para a agricultura futura temos que tomar já?

Bilhões foram despejados em startups na última década com o objetivo de “mudar os produtores analógicos e tornar o segmento agro digital”. Grande parte desse dinheiro de investidores será perdido, já que inúmeras startups e investidores não entendem a complexidade da indústria agrícola. Muitos deles percebem os agricultores como atrasados e lentos na adoção de novas tecnologias. Isso é apenas parcialmente verdade, porque muitas startups e investidores não fizeram o dever de casa para entender as reais necessidades do agricultor. ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!