Agribusiness

CAFÉ

null

Lessandro Carvalho - [email protected]

Mercado aprofunda perdas com tranquilidade no abastecimento

O mercado internacional do café teve um março de intensificação das perdas. Os preços do café arábica na Bolsa de Mercadorias de Nova York aprofundaram as baixas e se distanciaram da linha de US$ 1 à libra-peso. No dia 25, NY fechou com o contrato maior em 94,25 centavos de dólar por libra -peso, acumulando baixa de 4,3% no mês. A tranquilidade no abastecimento global segue com o fator fundamental baixista, que tem feito o mercado testar níveis cada vez mais baixos. O mercado vive período de superávit na oferta contra a demanda, e, assim, há um peso permanente sobre as cotações da commodity. As incertezas nos mercados financeiros pelo mundo prejudicam uma recuperação do café nas bolsas de futuros. O mercado físico brasileiro de café seguiu fraco e com pouca atividade ao longo de março. O produtor até mostra mais interesse, mas adota uma postura cautelosa, aguardando alguma melhora na cotação para tentar fechar suas posições. Preocupa a morosidade das vendas antecipadas da safra brasileira de 2019. As exportações brasileiras continuam bem aceleradas, com embarques de 3,40 milhões de sacas de 60 kg em janeiro (verde + solúvel), um incremento de 37% em relação a igual período de 2018. A receita alcançou US$ 449 milhões, subindo 13% na comparação com fevereiro de 2018.


ALGODÃO

null

Rodrigo Ramos - [email protected]

Pluma brasileira ganha competitividade

A combinação de altas expressivas na Ice Futures US e do dól...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!