Primeira Mão

Primeira

O susto com a cor vermelha das águas do riacho próximo à casa levou três crianças a questionarem o pai agricultor sobre o que estava acontecendo. Souberam que a cor atípica tinha como causa a lavoura, mais precisamente a terra arada e sem proteção e carregada até o rio pela chuva. Mas os irmãos aprenderam com o pai que era possível praticar a agricultura sem agredir o solo daquela maneira e passaram a conscientizar os vizinhos. E o que aconteceu depois? O final da história está no livro infantil O Mistério do Ribeirão Vermelho, inspirado na vida de Herbert Bartz, pioneiro, no Brasil, na adoção do sistema de plantio direto e também colunista d’A Granja, ao lado da filha Marie Bartz. Pois ela e os irmãos Johann e Wieland são, na verdade, as três crianças que ilustram a história. O livro, destinado a leitores de cinco a 12 anos, se baseou na biografia de Herbert Bartz intitulada O Brasil Possível – de autoria do jornalista Wilhan Santin – e pode ser baixado (até em outros idiomas) no site https://febrapdp.org.br/literatura-infantil.

Cooperativas gaúchas: +25%

Esse foi o percentual de crescimento do faturamento das cooperativas do Rio Grande do Sul no ano passado – para R$ 25,4 bilhões. O aumento acima da média dos últimos anos se deu em consequência das melhores cotações de soja, milho e trigo, que, em 2018, foram mais bem remuneradas ante as de 2017. Assim como ocorreu uma comercialização mais expressiva de soja dos estoques represados de 2017, com melhor fluidez em 2018. “Em 2016, tínhamos um preço médio de R$ 70 no ano, e, em 2017, esse preço passou para R$ 60. Quando baixou o valor, o produtor que tinha outros rendimentos não faturou esta soja, ficando represada. Em 2018, o preço médio foi a R$ 72, baseado em um dólar de R$ 4,20. Isso influenciou na formação do pr...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!