Notícias da Argentina

BIODIESEL: A INDÚSTRIA EUROPEIA É CONTRA O ACORDO ENTRE ARGENTINA E UNIÃO EUROPEIA

Notícias

O biodiesel europeu vive momentos críticos, mais um em sua turbulenta história. À intensificação da campanha #NotInMyTank (#NãoNoMeuTanque) – especialmente destinada contra o biodiesel de óleo de palma e promovida por uma coalizão de 21 organizações ambientais europeias – se une, agora, um possível acordo entre a União Europeia e a Argentina sobre cotas e preços para a importação de biodiesel argentino. A indústria europeia teme que haverá uma falsa conclusão de suas denúncias contra essas importações subsidiadas e que os danos resultantes não serão compensados. No dia 1º de fevereiro, a Comissão Europeia deveria adotar um ato delegado sobre a nova Diretiva de Energias Renováveis para confirmar se estabelece ou não um calendário para remover a condição de energias renováveis dos questionados biodiesel de óleo de palma e de óleo de soja.


INUNDAÇÕES: UMA ENORME EMERGÊNCIA

Devido ao excesso de chuvas, uma grande região do Nordeste da Argentina está em uma situação de “emergência agrícola ou desastre”. Na província de Corrientes existiam, em janeiro, cerca de 3,2 milhões de hectares afetados por inundações, área pertencente a cerca de 8 mil produtores, com 2 milhões de cabeças de gado. Uma situação crítica. O excesso também está atingindo alguns departamentos de Entre Ríos, onde choveu 400 milímetros só na primeira quinzena de janeiro – um terço das chuvas de todo o ano. Chaco, outra província muito afetada, teve cerca de 1.500 pequenos produtores prejudicados. Por sua vez, o governador de Santa Fé, Miguel Lifschitz, analisou a emergência hídrica no Norte da província. Em dois meses, quase 900 milímetros caíram na região, que é o que chove em um ano. Dessa forma, o S...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!