Especial

2019

O ano da ESPERANÇA e do muito a fazer

As considerações nas páginas a seguir – manifestadas por alguns dos mais brilhantes e respeitados especialistas e por lideranças do agronegócio brasileiro – podem ser sintetizadas em dois enfoques: expectativas em um Governo e em um Congresso Nacional diferentes que acabam de desembarcar em Brasília; e convicções que muito – mas muito mesmo – precisa ser realizado (também em Brasília, registra-se) para que o Brasil assuma uma postura arrojada para, enfim, tornar-se o gigante – em tamanho e justiça – que tanto almejam gerações após gerações. Os artigos sobre o que será 2019 compõem parte do especial d’A Granja em comemoração ao 74º aniversário da revista independente mais longeva do Brasil em todos os segmentos jornalísticos. O especial ainda é complementado por um diagnóstico assinado por consultores de Safras & Mercado sobre as perspectivas das quatro principais commodities de verão – soja, milho, algodão e arroz –, além de um histórico – bem resumido – d’A Granja, que relata tudo sobre a agropecuária brasileira há mais de sete décadas e que, agora, é facilmente acessada em qualquer lugar do planeta pelas suas plataformas digitais.

Os articulistas listam, em mais de duas dezenas de páginas, o que imaginam sobre o Brasil e sua economia em 2019, mas, sobretudo, em relação ao agronegócio. Situações que estão além do alcance doméstico – como a crise comercial entre Estados Unidos e China – são abordadas. Mas todos, de diferentes maneiras e ângulos, esclarecem que há muito a se implementar por aqui para que o País chegue ao final de 2019 comemorando um ano ganho, um ano vitorioso, um ano histórico. Mais do que isso, a pujança do nosso agronegócio é enfatizada como algo a ser ainda maior, tendo em vista as suas potencialidades. E que, portanto, pode ir muito além, inclusive para atender a futuras demandas globais na geração de alimentos. Da mesma maneira,...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!