Espaço do Leitor

DOENÇA NO MILHO

Espaço

Quais são as principais recomendações para evitar e controlar a estria bacteriana do milho? Obrigado.

João Luiz Barcellos
Cascavel/PR

R – Caro João Luiz, as informações sobre a doença exótica causada pela bactéria Xanthomas vasicola pv. Vasculorum ainda são limitadas. No entanto, sabe-se que o microrganismo pode sobreviver em restos de cultura infectados e, possivelmente, em plantas daninhas. Também existem evidências de que pode haver transmissão por sementes. A bactéria pode, ainda, ser disseminada pelo vento, pela água da chuva e, provavelmente, por água de irrigação, explica o fitopatologista do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) Adriano Custódio. Entre as recomendações para a prevenção e o controle da doença estão a adoção de medidas fitossanitárias, como rotação de culturas; controle de potenciais plantas hospedeiras alternativas, incluindo as plantas daninhas e plantas de milho voluntárias da entressafra; desinfecção de equipamentos agrícolas; e utilização de sementes com qualidade sanitária garantida.


TABACO EM SANTA CATARINA

Qual é a participação do estado de Santa Catarina na produção nacional de fumo? Agradeço a informação.

Otaviano Pereira
Brusque/SC

R – Prezado Otaviano, Santa Catarina é o segundo maior produtor de tabaco do País, com 252,4 mil toneladas colhidas na última safra. O estado tem 45.150 produtores de tabaco em 204 municípios, segundo dados da Secretaria de Agricultura de Santa Catarina e Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco). As regiões de Canoinhas, Rio do Sul e Ituporanga concentram a produção catarinense. Nas últimas quatro safras, a Região Sul respond...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!