Vitrine

O MILHO VOLTA A BRILHAR

Quem não conhece o ditado popular “depois da tempestade, vem a bonança”... Tal frase deve ter sido criada numa referência ao universo da agricultura, sempre refém do clima, e cabe bem agora para explicar a realidade do milho. No ano passado, a produção do cereal deu uma encolhida em razão do clima adverso. Assim, a oferta menor acabou por melhorar as perspectivas para este ano, sobretudo para a segunda safra. Soma-se à circunstância a boa perspectiva de aumento do consumo doméstico (leia-se carnes) visto a melhoria da economia. Assim, o milho, uma cultura democrática que marca presença em todos as regiões agrícolas do País, é o tema da nossa Reportagem de Capa deste mês. Mais do que abordar o momento promissor da cultura, buscamos projetar o futuro do grão para um produto que promete: etanol de milho. Estima-se que, daqui a menos de uma década, apenas o Mato Grosso vai destinar 10 milhões de toneladas do cereal para ser transformado no biocombustível – hoje, já são 4 milhões. Isso tudo vai agregar dividendos a todos os envolvidos, inclusive às comunidades locais que sediarão as usinas de transformação. E, sobretudo, aos produtores, que, atualmente, veem o lucro de suas lavouras se esvaindo no custoso frete até os distantes portos.

O milho ainda é tema de outras abordagens, assuntos muito relevantes a quem vai apostar no grão: o tratamento de sementes e os cuidados com os grãos armazenados. Abordamos as práticas em dois artigos, nas seções Seed Point e Fito. Para se ter uma ideia, o dispêndio para tratar a semente é de aproximadamente 0,06% do custo total de uma lavoura (algo como menos de R$ 2,00 em um universo em torno de R$ 2,7 mil a R$ 3 mil). Já evitam prejuízos gigantescos.

E o milho e a soja também são personagens de uma pesquisa esclarecedora da Embrapa Agrissilvipastoril sobre como as culturas são influenciadas pelas sombras das árvores no sistema de integração lavoura-pecuária-floresta. A síntese do trabalho está veiculada nesta edição. A integração lavoura-pecuária também é o tema da seção O Segredo de Quem Faz, com o relato de uma experiência bem-sucedida e pioneira no Mato Grosso.

E tem mais, muito mais.

Boa leitura! Boa segunda safra de milho!

Vitrine