A hora e a vez da intensificação sistêmica

O ano de 2021 aponta no horizonte próximo e traz, a reboque, uma nova pecuária. Após um inédito 2020, ano em se consolidou como um dos braços fortes da economia e abasteceu incansavelmente o varejo do Brasil e do mundo, a atividade abre, de vez, a porteira para a intensificação. Porém, agora, não somente sob a ótica de produzir mais sobre o mesmo espaço. Após dar um soco no estômago do produtor ainda não habituado à tecnologia, a revolução digital, que invade porteiras, sem pedir licença, desde o aparecimento do coronavírus, exige uma produção intensificada como condição de sobrevivência no mercado. É justamente sobre esse novo cenário que versará o Guia do Criador 2021, que logo chegará aos leitores e assinantes da impressa e digital Revista AG. Aguarde!

Data: 30/11/2020
Fonte: Revista AG

Últimas notícias