Federarroz elege nova diretoria para o triênio 2019-2022

Em assembleia realizada nesta quarta-feira, 15 de maio, em Porto Alegre (RS), foi eleita a nova diretoria da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) para o triênio 2019-2022. Atual vice-presidente da entidade, Alexandre Velho assume o cargo de presidente a partir de julho deste ano em substituição à Henrique Dornelles, que foi o mandatário da federação por seis anos e ficará como presidente do Conselho Consultivo.

O novo gestor eleito disse que é um orgulho e uma grande responsabilidade comandar uma entidade como a Federarroz, que nos últimos anos alcançou uma credibilidade em níveis estadual e federal. Afirmou que pretende dar continuidade aos pleitos da cadeia orizícola. “Precisamos partir também para uma agenda estrutural para que possamos ter resultado e trazer renda para a lavoura do Rio Grande do Sul”, destacou.

Entre os desafios, Velho observou que dentro do Plano Safra a Federarroz já vem batalhando juros menores para o arroz, além de uma melhoria no seguro agrícola e valores maiores para itens como comercialização e irrigação. “É importante trazer segurança para o produtor e uma solução para o endividamento”, salientou.

O presidente eleito da Federarroz afirmou que uma das principais bandeiras da próxima gestão é aproximar cada vez mais a entidade das bases e unificar os produtores e reforçar a parceria com entidades como a Farsul e a Fetag. “É um grande desafio que me proponho a enfrentar e aceitei este desafio porque tenho comigo uma diretoria qualificada, de diversas regiões do Estado, e tenho convicção que temos condições de fazer um bom trabalho”, ressaltou.

Como vice-presidente assume o atual presidente da Associação dos Arrozeiros de Uruguaiana, Roberto Fagundes. Alexandre Azevedo Velho, 51 anos, é produtor rural em Mostardas (RS) onde foi presidente da Associação dos Arrozeiros do município. Na atual gestão ocupou o cargo de vice-presidente da Federarroz, participando ativamente das ações da entidade.

Data: 16/05/2019
Fonte: Federarroz

Últimas notícias