Cruzamento que deu certo

O criador Cacaio Lima, da Cabanha Fazenda Boa Esperança apostou no cruzamento entre Limousin X Angus e Brangus a fim de adquirir qualidades das duas raças. O Limousin com seu grande rendimento de carcaça e precocidade e o Angus, raça reconhecida pelo sabor da carne e elevado índice de marmoreio, que gerou um rendimento de 58,4%.

O segredo para o cruzamento que vem dando certo desde 2003 está na alimentação. “Nascem no campo nativo e vão para as pastagens de azevém e aveia. Depois, em fim de novembro, quando termina o azevém, coloco os lotes de machos e fêmeas em piquetes com pangola, paredão, áries e milheto”, explica o criador.

Em abril/18 na Feira de Terneiros eles foram vendidos com 8,5 meses e 348 kg de média. O criador fez o desmame na véspera da feira, passando a fazer o uso do sistema de creepfeeding a partir dos sessenta dias. Segundo ele, essa é a melhor época. “Antes é só pra estragar o produto. Não trocam o leite de forma alguma”.

Atualmente, o preço do kg do boi gordo para abate gira, no Sul, em torno de R$5,50/5,60. Devido ao alto rendimento de carcaça e as bonificações concedidas como carne Angus, o preço final do kg atingiu R$6,99.

O criador é reconhecido por produzir animais pesados. No ano passado, um touro Limousin de sua produção foi premiado como o animal mais pesado na Expointer, com 1.265 kg. No próximo sábado (27), o criador vai apresentar dois lotes de machos, com pesos acima de 340 kg e dois lotes de fêmeas com peso acima de 310 kg na 50ª Feira de Terneiros de Outono, em Cachoeira do Sul/RS.Todos criados exclusivamente a pasto, sem nenhuma ração.

Data: 24/04/2019
Fonte: Revista AG

Últimas notícias