Gestão, por onde começar?

Não é fácil montar um projeto de sucesso. Qualquer que seja a atividade desempenhada, se não houver sinergia entre os envolvidos, conhecimento aprofundado do sistema produtivo e determinação para superar os desafios, todo esforço em busca de resultados positivos será em vão.

Isso posto, para escapar dessa experiência inglória na sua propriedade, produtor rural assinante da Revista AG, o único caminho viável é controlar custo dentro da porteira, mediante a gestão da propriedade, fazendo de tudo para bater metas e monitorar os indicadores de produtividade ininterruptamente. Ou seja, administrar uma empresa agropecuária é manter o planejamento em marcha, sempre corrigindo a rota.

Na análise do zootecnista e diretor do Instituto Terra de Métricas Agropecuárias (Inttegra), Antônio Chaker, o primeiro passo que o criador precisa executar é acerca de processos internos. Começando pelo planejamento, porque a fazenda precisa ter uma visão clara de onde deseja chegar.

Esse panorama deve ser orientado em três aspectos: a finança – o quanto de lucro a propriedade deve gerar; as pessoas – que tipo de equipe o pecuarista precisa ter para alcançar tais objetivos; e, finalizando, os processos – como a fazenda vai operar do ponto de vista de manejo de pasto, planejamento forrageiro, nutricional e estratégia reprodutiva para atender àquela perspectiva financeira inicial.

“Ainda sobre a organização inicial da propriedade, um fator importante está relacionado ao controle financeiro. É imperativo que a fazenda tenha uma conta específica com conciliação bancária, no máximo semanal, para que o pecuarista possa ter domínio de todas as receitas, despesas e saldo. Com esse balancete, o fazendeiro analisa, também, o acumulado do ano”, orienta Chaker.

Segundo o analista do Inttegra, é fundamental implantar os controles no campo, em busca de medir toda a movimentação do rebanho e agrícola, com o intuito de calcular os indicadores de produção. Para Chaker, esses mecanismos seguem um roteiro simples: o produtor coleta um dado, transforma em informação, tira uma conclusão e toma uma atitude. Saiba tudo na seção "Planejamento", edição de abril da AG.

Clique aqui e acesse a matéria completa.

Data: 12/04/2019
Fonte: Revista AG

Últimas notícias