Homeopatia Veterinária é especialidade em ascensão

Levando em consideração as necessidades únicas de cada indivíduo, sob seu aspecto físico, comportamental e seu relacionamento com outros seres e o ambiente em que vive, e buscando, sobretudo, seu bem-estar e tratamento holístico, a Homeopatia tem se destacado também na Medicina Veterinária.

Na data em que celebramos o Dia Nacional da Homeopatia e a implantação desta ciência há quase 180 anos no Brasil, é importante lembrar o quanto a especialidade tem contribuído também para a saúde e o bem-estar dos animais, tanto com a prática na clínica de pequenos animais, quando nos processos de produção, com impactos positivos também na saúde humana, devido aos impactos na qualidade dos alimentos e no meio ambiente.

Reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) como especialidade desde 2014, a Homeopatia Veterinária conta atualmente com apenas 12 profissionais com título de especialista no Brasil, sendo três no Estado de São Paulo.

Segundo o médico-veterinário Prof. Dr. Fábio Manhoso, presidente da Comissão Técnica de Homeopatia Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), existem poucos médicos-veterinários capacitados em Homeopatia Veterinária.

Em São Paulo, estima-se que apenas 300 profissionais estejam aptos a atuar com a especialidade, em um universo de mais de 34 mil médicos-veterinários registrados no Estado. A Comissão é uma recente conquista de representatividade para os profissionais que se dedicam a essa especialidade.

A Homeopatia Veterinária segue o mesmo princípio da especialidade utilizada nos tratamentos humanos, ou seja, de que o corpo possui a capacidade de se curar e, portanto, as fórmulas homeopáticas teriam a função de auxiliar a melhorar os processos naturais de cura e reequilíbrio do organismo.

Portanto, os tratamentos homeopáticos na Medicina Veterinária também levam em consideração as características individuais de vida, de alimentação e de ambiente para que o equilíbrio do organismo do animal seja uma estratégia de cura ou de ampliação do bem-estar.

O médico-veterinário Prof. Dr. Fábio Manhoso, presidente da Comissão Técnica de Homeopatia Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), explica que a especialidade já deixou para trás o seu estigma de terapêutica alternativa. “O único paradigma é a falta de informação. O médico-veterinário muitas vezes enxerga o paciente e vê apenas sinais clínicos. Nós, médicos-veterinários homeopatas, temos que enxergar o paciente de uma forma geral, de maneira holística. É isso que pregamos com essa especialidade”, afirma.

No campo, a especialidade já está integrada aos processos de qualidade de diferentes tipos de produção, sendo destaque na Bovinocultura, Suinocultura, Piscicultura e até mesmo Apicultura. A partir dessas práticas pode-se identificar benefício direto à saúde humana. “A Homeopatia usada em animais de produção representa um grande ganho à humanidade, que consumirá alimentos e produtos de origem animal com menor índice de resíduos químicos”, elucida Manhoso.

Data: 29/11/2018
Fonte: CRMV-SP

Últimas notícias