Ovinos/Caprinos

 

Ficovinos quer faturar R$ 10 milhões

As raças dorper e santa inês vão estar no centro das atenções de 17 a 19 de novembro, durante a 1a Feira da Indústria e Comércio da Ovinocultura (Ficovinos). A iniciativa é dos empresários Valdomiro Poliselli Júnior (VPJ Pecuária) e Francisco Pastor, que estimam reunir 1.800 ovinos, provenientes de 90 criadores, e cerca de 50 empresas expositoras ligadas à ovinocultura, no Complexo Red Park, às margens da Rodovia Campinas– Mogi-Mirim, Km 130,5, em Jaguariúna/ SP. Espera-se público de 10 mil pessoas. A 1a Ficovinos também terá leilões, julgamentos e ciclo de palestras. Os organizadores esperam gerar negócios da ordem de R$ 10 milhões.

A 1a Ficovinos espera faturar cerca de R$ 2,5 milhões somente nos leilões, que ofertarão cerca de 1.600 animais. O Leilão Super Mães Santa Inês, no dia 17, às 20 horas, venderá 1.500 fêmeas indicadas para investidores que desejam iniciar seus criatórios ou utilizá-las como receptoras de embriões. No dia 18, no mesmo horário, ocorre o leilão Integração Santa Inês, com 60 lotes da raça selecionados entre importantes criadores do País, como Rancho Morro Verde, Rebanho Caroatá e Varrela Agropecuária.

Destaque para o Leilão Dorper Premium, programado para o dia 19, às 13 horas, com a oferta de 45 lotes de matrizes, prenhezes e reprodutores da elite da raça dorper.


Expovelha reúne especialistas

Acontece dia 8 de outubro, durante a XVIII Expovelha, o 6º Seminário de Ovinocultura, uma promoção da Associação Rural de Lençóis Paulista e Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco). O evento será realizado no Pavilhão Aldo Trecenti no Recinto de Exposições José Oliveira Prado, em Lençóis Paulista/SP.

Confira a programação

9 horas — “Gerenciamento da Produção e da Propriedade de Ovinos”, com Sérgio Correa Pimenta – Botucatu/SP.

10h30 — “Caprinos e Ovinos – A Nobreza de seus Cortes”, com Anderson Luis Rocha da Silva.

13h30 — “Cria e Recria das Futuras Matrizes Ovinas”, com Edson Ramos de Siqueira.

14h45 — ‘‘Sincronização de Cio e Aumento da Eficiência Reprodutiva em Ovinos e Caprinos”, com Jéferson Ferreira da Fonseca.

16 horas — “Cadeia Produtiva e Consumo de Carne Ovina”, com Luis Otávio Carneiro.

17 horas — Leilão comercial de ovinos.


Encontro reúne criadores

O futuro da ovinocultura estará em discussão durante o Encontro de Criadores em Espírito Santo do Pinhal/SP, que acontece no auditório e na Fazenda do Centro Universitário de Pinhal (Unipinhal), no dia 22 de outubro. Informações podem ser obtidas na Capritec (19) 3651-5531.


Cabra Forte facilita trabalho no Nordeste

A equipe técnica do Programa Cabra Forte, da comunidade de Cacimba do Silva/BA, vai poder agora realizar um trabalho mais eficaz nas propriedades rurais do distrito de Itamotinga. Isso graças à distribuição de um kit com equipamentos cirúrgicos. O Sebrae na Bahia, em parceria com a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), desenvolveu o kit, composto com equipamentos para procedimentos cirúrgicos, intervenções zootécnicas e laboratoriais. Além disso, foram distribuídos camisa, colete, chapéu, alforje, uma forma de identificação visual da equipe junto ao produtor, nos 18 municípios atendidos pelo programa, que vão contribuir para um melhor desempenho no trabalho realizado com os rebanhos de caprinos e ovinos do semi-árido baiano. Outras informações sobre o programa podem ser obtidas no Sebrae na Bahia, pelo telefone (71) 3320-4300.


Produção de lã tem programa renovado

O Programa de Desenvolvimento Genético da Ovinocultura de Lã ganha novo fôlego. Em setembro, durante a Expointer, Germano Rigotto, governador do Rio Grande do Sul, e Fuad Mattar, presidente do Grupo Paramount Têxteis, renovaram a parceria, firmada há um ano. O convênio reúne Emater/ RS, Embrapa, Cooperativa de Lãs Tejupá, Cooperativa de Lã Mauá e Paramount Têxteis (Lansul) e tem como objetivo promover o desenvolvimento genético da ovinocultura de lã na Região Sul do Brasil.

“O programa tem alcançado seus objetivos. Em um ano, 3 mil ovelhas foram inseminadas nos municípios gaúchos de Jaguarão, Capão do Leão, Herval, Pedro Osório, Piratini, São Gabriel e Rosário do Sul”, comemora Cláudio Bortolini, diretor da divisão de Tops da Paramount Têxteis. Com cerca de 3 mil fornecedores/produtores de lã, a Paramount consome hoje 40% da lã produzida no Rio Grande do Sul, produzindo 2.400 toneladas de tops de lã.