On Line

 

Vallée investe na capacitação da pecuária

Durante o mês de agosto, o laboratório Vallée preparou uma seqüência de eventos dedicada ao segmento varejista pecuário. Foram quatro encontros, divididos em três Circuitos Vallée de Marketing de Varejo, que percorreu as cidades de Brasília/ DF, Salvador/BA e Ribeirão Preto/ SP e o Fórum Vallée de Líderes do Varejo Agropecuário, realizado em Montes Claros/ MG, onde está localizada a unidade do laboratório. Participaram dos eventos cerca de 250 empresários e gestores, vindos de revendas ou cooperativas de várias partes do País, que receberam informações sobre estratégias de marketing, conceitos administrativos, gerenciais e motivacionais. Além disso, puderam conhecer e debater a situação atual e as perspectivas para a pecuária de corte e leite. O fórum realizado em Montes Claros ainda contemplou os participantes com uma visita à unidade da Vallée; planta considerada referência nacional em biossegurança. A unidade conta com mais de 14 mil metros quadrados de área construída, que comportam laboratórios de parasitologia, experimentação farmacêutica e de fermentação. Os eventos tiveram por objetivo aproximar o laboratório ainda mais do canal varejista, além de promover a capacitação e a informação dos profissionais ligados à pecuária nacional.


III Encontro de Raças Adaptadas

Acontece no dia 8 de outubro, a partir das 9h30, o III Encontro de Raças Adaptadas, promovido pela Fazenda Mariópolis, um dos maiores projetos pecuários do País, com foco na seleção de bovinos das raças adaptadas bonsmara, caracu e senepol, com sede em Itapira/SP. O tema do evento é ‘‘Pecuária de Resultado É Pecuária com Foco’’ e tem por objetivo reunir pecuaristas de diversas regiões do País para trocar experiências sobre os benefícios produtivos das raças adaptadas e outros fatores que envolvem a cadeia produtiva da carne bovina. O evento contará com uma programação técnica, com especialistas da cadeia produtiva da carne bovina falando sobre melhoramento genético, rastreabilidade bovina, bem-estar e alimentação animal, entre outros assuntos sobre o tema. A proposta do evento é demonstrar aos pecuaristas as principais tecnologias disponíveis no mercado para aumentar a produtividade do rebanho e agregar qualidade à carne bovina, aumentando assim a competitividade e a rentabilidade na pecuária de corte.


Tecnologia no gerenciamento da pecuária

O Núcleo de Zootecnia, em parceria com a p4G, acaba de lançar seu mais novo produto. Após três anos de desenvolvimento, chega ao mercado um novo sistema de gestão de fazendas, o Portal Pecuário (www.pecuario.com.br). Por meio do site, o usuário poderá acompanhar todas as informações sobre sua fazenda em qualquer lugar onde tiver acesso à internet. Além de ter acesso às informações, o usuário poderá também fazer inserções e alterações nos dados já cadastrados. O portal nada mais é do que um completo banco com todas as informações de sua fazenda.


Merial lança matabicheira

A Merial Saúde Animal acaba de lançar no mercado o Topline spray, um matabicheira para bovinos, ovinos e caprinos. Com fórmula desenvolvida no Brasil, o produto é indicado para prevenção e tratamento de bicheiras (miíases) causadas por larvas de Cochliomyia hominivorax. O produto tem múltipla ação, com poder larvicida, cicatrizante e antimicrobiano, auxilia o controle do berne por larvas da mosca Dermatobia hominis. Além disso, pode ser usado em feridas cirúrgicas, como castração, descorna e caudectomia. Rudsen Pimenta, gerente de produtos para ruminantes da Merial, informa que o produto é o único matabicheira do mercado brasileiro com formulação à base de fipronil, um princípio ativo que possui efeito residual, p e r m i t i n d o longa ação. O Topline spray possui ainda um bico aplicador, que facilita a aplicação, direciona o jato na bicheira, mesmo nas feridas mais profundas.


Pecuaristas esclarecem cardiologistas sobre a produção do “boi de capim”

Dando continuidade ao trabalho de divulgar os benefícios da carne bovina e aumentar seu consumo no Brasil, o Instituto Pró-Carne (IPC), entidade formada por produtores do setor, apresentou a Campanha “Coma Carne – É Saborosa, É Saudável, É Natural” no 60º Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, maior evento de cardiologia do País, realizado nos dias 18 a 21 de setembro, na cidade de Porto Alegre/RS. Essa atitude inédita da pecuária revelou questões surpreendentes. Uma breve aproximação do setor com a classe médica identificou que dezenas de médicos não conhecem profundamente a produção da carne bovina e nem que era chamada de “boi de capim” por ser trabalhada a pasto, sal mineral e sem hormônios. Considerada umas das vilãs da boa saúde, também foi detectado que a falta de informação correta sobre o poder nutricional, em especial das carnes magras, interfere no aconselhamento de seu consumo. “A carne bovina brasileira é natural. A produção é respaldada por lei federal que prescreve como crime inafiançável o uso de hormônios de crescimento para gado”, comenta o pecuarista e diretor do IPC, Paulo Leonel, que avaliou o encontro como memorável, pois “foi dada a chance de desmistificar lendas sobre a carne”.


Jaguariúna Rodeo Festival

Está sendo lançado o DVD Jaguariúna Rodeo Festival Brasil 2005 , que traz os melhores momentos da 17ª edição da festa, que atraiu mais de 300 mil pessoas à cidade de Jaguariúna/SP. Com 105 minutos de duração, o documentário mostra os principais momentos das provas do rodeio. As melhores montarias em touro, a modalidade de maior sucesso entre o público, estão reunidas em um compacto, que mostra também as semifinais e a finalíssima da competição. Também foram coletadas imagens inéditas dos melhores momentos da prova dos três tambores, estilo exclusivo das mulheres, e do rodeio em cavalos. Como bônus aos apaixonados pelo mundo country, o DVD traz entrevistas com os campeões das provas.


Grupo Bertin incentiva arte e cidadania

O Grupo Bertin marca presença na ‘‘Cow Parade’’, uma das exposições de arte mais famosas da atualidade. Com o objetivo de estimular a produção artística e deixar o Brasil em evidência, a empresa apoiou a estilista Cris Schaeffer e o designer gráfico Fabiano Carvalho, para a concepção da Vaca Fazendinha, que remete o público à natural, harmônica e saudável vida no campo, fazendo um contraponto com a realidade urbana. Feita em fibra de vidro, a obra tem 50 kg, 3 metros de comprimento e 1,70 metro de largura, sendo toda recoberta de grama. A alusão aos vastos pastos brasileiros vai além. Foram instaladas na peça 70 miniaturas emborrachadas, entre vaquinhas e bezerros, lembrando o rebanho em um dia tranqüilo da fazenda. A Vaca Fazendinha ficará exposta no Terminal 2 do desembarque no Aeroporto de Guarulhos/ SP até 6 de novembro, quando as obras serão retiradas e levadas para leilão. Toda a renda adquirida será destinada à Fundação Abrinq, que há 15 anos atua na defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.


Crescem as exportações de couro

As exportações de couros cresceram cerca de 7% nos primeiros oito meses do ano, em comparação ao mesmo período de 2004, aumentando de US$ 853,7 milhões para US$ 917,4 milhões. Em agosto, as vendas externas contabilizaram US$ 135,3 milhões, receita 12% superior aos US$ 121,1 milhões contabilizados no mesmo mês do ano passado. Do total exportado de janeiro a agosto, os embarques de couros acabados aumentaram 6% em volume, crescendo em receita de US$ 400,4 milhões para US$ 431,9 milhões, em igual período anterior.

Nos oito meses do ano, Itália, China e Hong Kong continuam sendo os principais destinos dos couros brasileiros, com participação monetária de 23,48%, 17,81% e 16,10%, respectivamente. Importante destacar o expressivo aumento nas exportações para a Coréia do Sul e os Estados Unidos. No primeiro caso, os embarques cresceram 90%, saltando do patamar de US$ 13,1 milhões, de janeiro a agosto de 2004, para US$ 24,9 milhões nos oito meses do ano. No mesmo período, as exportações para os Estados Unidos cresceram 37% , saindo de US$ 73,3 milhões para US$ 100,6 milhões.


Montana Premium Beef lança novos cortes

A marca de carnes Montana Premium Beef, que vende hoje 27 cortes diferentes em 300 supermercados e casas especializadas em todo o Brasil, acrescentará à sua linha oito novas opções: patinho moído, steak de picanha, bife da nona, coxão mole, ossobuco, rabada, kit churrasco e kit panela. As novidades estarão disponíveis a partir de outubro. A Montana anuncia, também, acordo de distribuição nas redes varejistas Carrefour e Wal-Mart, que, assim como a rede Pão de Açúcar, Extra, Sonda, Zaffari e Angeloni, já estão vendendo as carnes Premium Beef. Com isso, o volume de carnes processado pela marca deve aumentar, até o final deste ano, de 100 a 120 toneladas/ mês para 200 toneladas.

“Os cortes novos têm o mesmo padrão de qualidade dos demais produtos da linha, mas são um pouco mais baratos e direcionados, principalmente, às donas de casa”, explica Luis Fernando Cabrino, sócio da marca. Cabrino destaca que as carnes mais procuradas atualmente são a picanha e a maminha. Em média, as porções do Montana Premium Beef têm 1 kg. O Premium Beef pertence ao Grupo Montana Grill, rede de churrascarias e de lojas fast food de grelhados, que tem entre os sócios a dupla Chitãozinho & Xororó (foto). As carnes, todas de origem nacional, são processadas, embaladas e distribuídas pelo frigorífico Marfrig.


Lagoa investe R$ 6 milhões no mais moderno laboratório de sexagem de sêmen bovino do Brasil

A Lagoa da Serra inaugura o mais moderno laboratório de sexagem de sêmen bovino do País, em sua sede, em Sertãozinho/ SP. A unidade recebeu investimentos de R$ 6 milhões e utiliza a tecnologia de sexagem da Sexing Technologies (EUA), uma das mais respeitadas organizações de reprodução animal do mundo. A Lagoa oferece garantia mínima de 85% de confiabilidade para o sexo escolhido. “As empresas de genética bovina têm a responsabilidade de acompanhar as tendências de mercado – em que o aumento da produtividade é fundamental – e atender às necessidades dos pecuaristas, cada vez mais interessados na busca do rápido retorno econômico. Nesse processo, disponibilizar genética certa e indicada para os propósitos predeterminados do projeto pecuário torna-se essencial e agrega valor ao negócio”, assinala Guus Laeven , diretor- presidente da Lagoa. A sexagem de sêmen é o mais recente estágio de evolução da reprodução animal, após as técnicas tradicionais de inseminação artificial, transferência de embriões, fertilização in vitro, sexagem e bipartição de embriões. “Saber com elevada acurácia o sexo do bovino a partir da seleção dos espermatozóides oferece ganhos extraordinários ao pecuarista’’, concorda Lúcio Cornachini, vice-presidente da Lagoa.


Ração para touro proporciona maior eficiência reprodutiva

Visando maior eficiência reprodutiva, a Matsuda Sementes e Nutrição Animal desenvolveu a ração VittaTouro. O produto é formulado com o critério para formação de reprodutores, respeitando a fisiologia do organismo animal e utilizando matérias- primas com ótimos padrões de qualidade, sendo testado e aprovado pelo controle de qualidade Matsuda. Sua formulação básica é composta por fostato bicálcico, premix mineral, carbonato de cálcio, farelo de milho, farelo de glúten de milho 21 e levedura seca de cana-de-açúcar.


Unipac apresenta Unicocho com novo formato

A Unipac, empresa do Grupo Jacto, acaba de lançar no mercado o novo Unicocho, um produto específico para sal e suplementos minerais, que agora vem num formato anatômico e mais apropriado à alimentação do gado nos pastos, principalmente em épocas de estiagem, quando o rebanho necessita de sal para digerir a ração e garantir sua nutrição. O Unicocho é anticorrosivo e atóxico, o que garante uma segurança a mais para o gado e para quem realiza a manutenção. “A nova dimensão permitirá uma redução no valor do produto ao consumidor final em torno de 30%”, informa Geraldo Cassiano, gerente de Unidade de Negócios da Unipac. O produto será comercializado nas principais distribuidoras de agronegócios do Brasil, via representantes da própria Unipac.