O Martelo

 

6º Leilão Chalet atinge média de R$ 19 mil

No leilão deste ano, realizado em 6 de junho no Directv Music Hall, em São Paulo, foram comercializadas 32 matrizes e prenhezes PO da raça angus, com faturamento de R$ 603.400 e média geral de R$ 19 mil por animal, representando uma valorização de 11% em relação ao ano passado. O diferencial do leilão foi o Sistema Top Class, que segue conquistando a preferência dos investidores que não podem ou não querem ter fazenda e optam em iniciar na pecuária em sistema de parceria, adquirindo 50% do animal desejado. No Top Class, o destaque foi a novilha Leachman K1507 (foto), filha do grande reprodutor LCC King Rob, que, segundo o especialista norteamericano Jim Leachman, “é o mais caro animal produzido em mais de 50 anos de seleção genética”.

“O Top Class é a melhor opção para o pecuarista que deseja começar a criação de angus com alto nível genético do plantel. Nosso rebanho passa por um rigoroso melhoramento genético e possui na base genética os mais importantes reprodutores da raça angus do Brasil e do mundo, como os touros King Rob e Sharpshooter”, afirma Luiz Eduardo Batalha, o promotor do evento em parceria com demais convidados.

O publicitário Nizan Guanaes, que no ano passado investiu numa cota no Top Class, também já colhe bons resultados. As duas novilhas oferecidas por ele foram vendidas por R$ 18.200. O jornalista da Rede Globo Galvão Bueno também obteve bom preço por seu produto, que saiu por R$ 9.100. Antonio Maciel Neto, presidente da Ford do Brasil, investidor da raça angus, também esteve presente no leilão fechando negócio. Ele comprou LCC Chalet Oh Princess R15 por R$ 14 mil.

4º Leilão Seleções Simental

Dois premiados pecuaristas promovem este leilão em 9 de agosto, no Villa Country, em São Paulo: Maria Lúcia Duarte Bourg, titular da Fazenda Pau D´Alho; e Edival Marcos Oliveira, proprietário da Fazenda Green Home, em conjunto com seus convidados (entre eles, Fábio Zurita, Paulo de Castro Marques, Davi Jesus Gil Fernandes, Ratinho, Marisa Saad, Beatriz Biagi Becker). Serão ofertados 30 animais da mais alta qualidade genética. “É um dos principais leilões pecuários no País, com os melhores exemplares da raça de todas as linhagens existentes no Brasil”, diz Maria Lúcia.

A parceria dos criatórios surgiu após a Green Home ser o maior comprador do 3º Leilão Seleções Simental, que aconteceu no ano passado. Satisfeito com os animais adquiridos, entre eles a matriz Bar 5 Alma, por R$ 144 mil, Edival Oliveira investiu na parceira com a Pau D´Alho. “Iniciei o meu plantel comprando animais da Pau D´Alho e agora comercializaremos juntos a nossa qualidade e genética”, afirmou.

2º Leilão Angus Casa Branca

Realizado em 15 de junho, durante a Feicorte, o leilão reuniu criadores de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e Minas Gerais. Foram ofertados 28 lotes, sendo 27 fêmeas e uma prenhez, alcançando um faturamento de R$ 697.600 e média de R$ 24.914.

Segundo o promotor do evento, Paulo de Castro Marques (foto, com os troféus Melhores da Feicorte, da AG Leilões), o leilão foi a melhor performance do ano até o momento. Esse resultado é 31% superior ao obtido em 2004, quando o faturamento atingiu R$ 532 mil. “Os números confirmam a qualidade excepcional dos animais colocados à venda e demonstram que os criadores de angus estão investindo em produtos de padrão genético superior, que efetivamente agregam valor aos seus projetos”, diz o proprietário da Casa Branca Agropastoril.

Entre os destaques, a matriz RMB TEI107 Citation, da Casa Branca Agropastoril, teve 50% dos seus direitos vendidos por R$ 38.400, para o condomínio formado por Yutaka Morimoto, André Alberto Ceresa, Edval Oliveira e Luiz Eduardo Rabello. A fêmea Rincón Espoleta 808 Del Sarandy, de Ignácio Silva Tellechea, obteve o melhor preço do leilão, adquirida pela 3E Agropecuária/RS, por R$ 80 mil. Quatro novos investidores adquiriram animais no evento. “É mais uma demonstração da viabilidade econômica do angus, raça que oferece a melhor carne do mundo”, ressalta Marques.

Leilão Reserva CFM 2005

Em sua megaoferta de touros, fêmeas e bezerros nelore e montana, a empresa comercializou total de 1.974 animais de produção a pasto, alcançando faturamento de R$ 1.258.300,00. No Leilão Influência CFM, o total de 1.745 animais, entre bezerros e bezerras nelore e montana, foi comercializado por R$ 718.740, com média de preços dos machos de R$ 430. No Leilão Reserva CFM, outros 139 touros da raça nelore, 16 touros montana e 74 fêmeas foram comercializados, alcançando faturamento de R$ 539.560, com média de R$ 3.084 para os reprodutores nelore; R$ 2.616, para os touros montana; e média de R$ 933, para as fêmeas Conforme destacou Luis Adriano Teixeira, coordenador de Pecuária da CFM, neste ano houve nos leilões um interesse redobrado por criadores de várias partes do País. Nada menos que 35 pecuaristas adquiriram produtos no leilão, levando exemplares da diferenciada genética da CFM para Tocantins, Amazonas, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, interior de São Paulo e até Rio Grande do Norte.

A CFM e Franqueados Montana já estão se preparando para realizar o Megaleilão CFM 2005, maior vitrine do País de reprodutores das raças nelore e montana. O evento está previsto para acontecer entre os dias 16 e 19 de agosto, em São José do Rio Preto/SP.

6º Leilão Caracu Top Brasil

Acontece no dia 30 de julho, no Village Praça de Leilões e Eventos, em Londrina/PR. Ofertará 60 lotes duplos, de animais para cruzamento industrial e mais 60 lotes de animais de alta qualidade e grande diversidade genética, dos maiores criadores de caracu no País. Os titulares Antônio Evilázio Reis, Fazenda Renascença, de Palmas/PR; Cícero Junqueira Franco, Fazenda Diamante, de Orlândia/SP; Flávio Fioravante Júnior, Fazenda Rio Cachoeirinha, de Olímpia/SP; Lício Isfer, Fazenda Guaraúna, de Palmeira/PR; e Pedro Flávio Reis, Fazenda Três Capões, de Mangueirinha/PR, não mediram esforços e selecionaram para esta edição, mais uma vez, os melhores animais de seus plantéis. Além de serem participantes das maiores exposições agropecuárias do País, os criadores são também usuários do Programa Geneplus/ Embrapa de melhoramento genético de bovinos de corte. “Devido à situação da pecuária brasileira, não podemos imaginar preços exorbitantes, mas como já tivemos cinco edições de muito sucesso, acredito que podemos conseguir uma boa liquidez e valores satisfatórios. Apostamos na nossa história”, afirma Lício Isfer, um dos promotores. Entre os convidados estão Guaraci Campos Araújo, Estância Leoni, Cruzmaltina/ PR; Maria Lúcia de Abreu Pereira, Fazenda Mariópolis, Itapira/SP; e Nilson Pagliosa, Estância Pagliosa, Palmas/PR.

1º Leilão das Raças Bovinas Adaptadas

Numa organização da selecionadora Maria Lúcia de Abreu Pereira, proprietária da Fazenda Mariópolis, Itapira/SP, com a adesão de outras duas dezenas de propriedades pecuárias que investem nas raças bovinas adaptadas, esse leilão foi realizado em 15 de junho, na Feicorte, e comercializou R$ 230 mil pela venda de 38 animais das três raças: caracu e senepol e bonsmara, alcançando média geral de R$ 6 mil por animal.

O maior valor do leilão ficou por conta de BBA03- 0171, touro bonsmara PO, vendido pela Bela Aliança Agronegócios ao pecuarista Jorge Manoel Vitória Caetano, por R$ 15.400. Pelo mesmo valor, Luiz Carlos Fetter e outros criadores compraram a fêmea senepol POI Ayme da Grama, de José Antônio Fernandes Neto.

“Este foi o primeiro leilão conjunto das raças adaptadas e o resultado foi excelente. Quanto ao senepol e bonsmara houve excelente procura, assim como o caracu. Isso me motiva a intensificar ainda mais o investimento nas raças adaptadas, porque há grande interesse dos pecuaristas devido à alta produtividade associada à perfeita adaptação às condições tropicais”, considerou Maria Lúcia.

Genética foi destaque do Leilão Angus ABN 2005

Nos dias 25 e 26 de junho, o Armazém A 5 do Cais do Porto, de Porto Alegre/RS, sediou o Leilão Angus ABN 2005, promovido pela ABN Agropecuária, de Antônio Bonotto Neto e Fernando Bonotto, de Santiago/RS. O total dos negócios dos dois dias ficou em R$ 844.200. Segundo Fernando Bonotto (foto), os negócios aconteceram dentro da realidade do mercado. Ele destacou a total liquidez dos dois leilões, com pista limpa, com a comercialização de 192 animais e nove prenhezes.

Na primeira noite, 25 de junho, a oferta foi constituída de animais de cabanha voltados para investimento em genética dos melhoradores da raça aberdeen angus, quando foram vendidos 54 lotes, totalizando R$ 496.650,00 e média geral de R$ 9.197,22. A média das 42 fêmeas foi de R$ 9.471,42; dos três touros, R$ 13.750,00; e das nove prenhezes, R$ 6.400,00.

A maior cotação da noite ficou com Malu da Rio da Paz (foto), Campeã Novilha Maior da ExpoLondrina 2005, valorizada em R$ 60 mil e vendida por Antônio e Renato Zancanaro, de Cascavel/PR. O martelo foi batido no lance de Paulo de Castro Marques, o maior investidor da noite.

Na tarde de 26 de junho, foram negociados 101 fêmeas, pela média de R$ 2.625, e 46 machos, pela média de R$ 1.790,00. O total das vendas deste dia foi de R$ 347.550,00 pelos 147 lotes. O maior comprador da tarde foi Luiz Eduardo Batalha, criador da raça angus em São Paulo. Ele adquiriu mais de 40 fêmeas, num investimento total de R$ 75 mil.