A Voz do Criador

Águas de março

Há quase 50 anos, em 1972, An-tônio Carlos Jobim, compu-nha a canção Águas de Março durante um período de refúgio pes-soal no campo. À época, ele e a es-posa hospedavam-se numa casinha de pau a pique enquanto esperavam a construção da casa maior no sítio localizado em Poço Fundo, na re-gião serrana do Rio de Janeiro. A tradução do momento em prosa e verso não poderia ser mais fiel ao período do ano. Efetivamente, as águas de março fecham o verão, mas também prenunciam um longo período seco nas maiores regiões agropecuárias brasileiras. Apesar disso, as mesmas águas de março trazem, como compôs Jobim, promessa de vida. A mes-ma sentida quando a Organização das Nações Unidas oficializou o Dia Internacional da Mulher nos idos de 1977. É a mesma viven-ciada pela pecuarista e empresária Téia Fava, em 2005, ao figurar na capa da Revista AG por conta do inovador leilão Mulheres de Raça, algo ainda raro para a época. Pas-sados 16 anos, no mesmo mês de março, Téia inaugura sua coluna mensal na Revista AG, transpondo as águas de março diretamente para o Araguaia, compartilhando todo o conhecimento e experiência adqui-rido enquanto uma das principais referências brasileiras em pecuária sustentável.

Téia Fava toca a fazenda Estrela do Sul, em Barra do Garças (MT), onde realiza uma exímia desma-ma lado a lado, motivo pelo qual também é conhecida no mercado. O tema foi o escolhido para pautar esta edição que, em sua matéria de capa, conta o trabalho realizado por outra grande mulher da pecuária brasileira: Ana Nery Terra Souza, diretora do Grupo Água Tirada, de Maracaju (MT). Com um modelo de criação totalmente a pasto e aca-salamentos dirigidos, ela e a filha abrem a fazenda e mostram como a desmama integra uma gestão ho-lística que culmina em recordes de marmoreio na carne Nelore.Sobre produção de carne dife-renciada e de alto valor agregado também fala a gestora da Fazenda Pulquéria, de São Sepé/RS, Fernan-da Costabeber, revelando como um processo sucessório realizado ainda em vida pode facilitar a transmissão de conhecimento entre gerações. A propriedade é uma das poucas for-necedoras de matéria-prima para o selo Angus Gold, conferido aos cortes de qualidade máxima da raça que, novamente, figurou no Index Asbia como recordista na comercia-lização de genética melhoradora. Boa leitura!

A