Caindo na Braquiária

CC XL

Alexandre Zadra
Zootecnista
[email protected]
www.crossbreeding.com.br

Se foram 180 dias sem chuva e, praticamente, o mesmo período de quarentena rígida de pandemia, e nos aventuramos a colocar os brincos no lote de bezerros do carimbo 8. Agora, que estavam mais firmes e com a orelha bem formada, corríamos menos risco de bicharem. Com a bezerrada brincada, aproveitamos para passar a vacada no tronco com o objetivo de pesá-las, colocando o implante para serem inseminadas. E mais uma vez, a primeira a vir, de todo o lote, foi a vaca de número 240. E, numa mansidão incrível, se aproximou sem correria e posicionou o pescoço com toda calma que lhe é peculiar para que fosse contida. Como já a conheço bem, fechei a guilhotina com todo cuidado possível, passando a mão na sua marrafa. Parece que a 240 gosta dos humanos.

Por incrível coincidência, a vaca 240 desmamou, nas últimas duas crias, bezerros machos cruzados que pesaram exatos 240 kg. A numerologia não granjeia minha afeição, mas, assim que cheguei na sede e liguei meu computador para avaliar minhas planilhas de anotações, o número 240 surgiu-me inúmeras vezes nos dados de pesos de bezerros, novilhas, vacas e também bois, que certa vez terminei usando a técnica de grão inteiro. Quero dividir em capítulos minha epigrafe sobre o número 240. Coincidência ou não, vejam onde o encontrei nas minhas anotações.

CAPÍTULO I – 240 na desmama

Alguns sumários de programas CEIP consideram o peso ajustado de 240 kg ideal para um bezerro de ótimo potencial genético dentro dos zebuínos, fazendo a seguinte conta: se o bezerro nascer com 30 kg, e ganhar próximo a 1 kg por dia até seus 210 dias de vida (desmama aos 205 dias), terá, naturalmente, 240 kg de peso vivo na desmama. Já quando trabalhamos com cruzamento entre raças, usando de base Alexandre Zadra Zootecnista [email protected] www.crossbreeding.com.br a matriz zebuína adulta acima de 450 kg e pais taurinos provados para a característica desmama, alcançamos, sem muita dificuldade, desmamas de 240 kg para os machos. Portanto, esse é bom peso para termos como meta quando pensamos em peso à desmama.

CAPÍTULO II – 240 no sobreano

Tenho acompanhado projetos de recria que suplementam seus bezerros desmamados por 12de meses, e os incríveis 240 kg ([email protected]) aparecem novamente. Com ganhos entre 600g e 700 g/dia, os invernistas vêm profissionalizando sua recria, estipulando 240 kg como meta de ganho/ano.

CAPÍTULO III – 240 no superprecoce

Tive uma experiência enriquecedora quando confinei alguns machos cruzados utilizando a dieta de grão inteiro + núcleo. Prendemos os animais com 300 kg de média, alimentando- os por 150 dias. E, mais uma vez, o número 240 nos brindou com sua presença quando fechamos o ganho em peso do lote. Os animais chegaram, na média, com 540 kg de peso vivo ao abate com o ganho diário de 1,6 kg. Para aqueles que querem fazer o superprecoce, abatendo- -o até os 18 meses de idade pesados, a meta de ganho de 1,6 kg/dia é bem razoável e realista.

CAPÍTULO IV – 240 x 3 na matriz

O aproveitamento da fêmea F1 como matriz para se produzir um bezerro já é fato marcante dentre aqueles que fazem cruzamento, no entanto tenho também orientado meus clientes e amigos a segurar suas Fêmeas F1 até desmamarem o segundo bezerro antes de abatê-la usando a seguinte conta.

Vamos dizer que emprenhemos nossa novilha com 300 kg. Essa fêmea primípara (9 meses de gestação) estará pesando em torno de 420 kg antes da sua primeira desmama. Se a emprenharmos novamente ao fim do puerpério a mesma parirá seu segundo bezerro (mais 11 meses de intervalo entre partos) pesando na faixa de 485 kg.

Assim que desmamar seu segundo bezerro (mais 7 meses) a mesma estará pesando no momento de seu abate 540 kg de Peso Vivo.

Ou seja, se tiramos duas crias das fêmeas de qualidade F1, faremos 240 kg de ganho de peso dela ([email protected]) desde quando era novilha, somando, ainda, dois bezerros tricross de 240 kg cada. Dessa forma, essa vaca produzirá 24 @ no período de 27 meses ([email protected] da vaca + 2 bezerros de [email protected] cada).

Tenho a convicção de que 240 kg se torna um número factível para aqueles que almejam colocar metas claras de produtividade na fazenda. Esse que é o primeiro passo para uma boa gestão.