Pastagem

Lavoura de capim RENOVADA

Reposição de nutrientes melhora qualidade do pasto e mantém produção sustentável

Ulysses Cecato 1 Cecílio Viega Soares Filho 2 Sandra Galbeiro 3

Baixa produtividade de animais criados a pasto é resultado do processo de degradação das pastagens, que tem origem na acidez e baixa fertilidade do solo, na falta de adubação corretiva e de manutenção de nutrientes e em práticas inadequadas de formação e manejo do pasto. A degradação pode ser solucionada com a recuperação por meio de renovação e reforma das pastagens, com uso de leguminosas, com Integração Lavoura- Pecuária-Floresta (ILPF), além do monitoramento e manejo correto da fertilidade do solo e do pasto. Embora o produtor até entenda sobre a necessidade da reposição dos nutrientes para a melhoria da produtividade dos pastos e da produção animal, continua usando tecnologias, cujos resultados lhe proporcionam baixa produtividade e rentabilidade.

Para apresentar a produtividade desejada, o pasto depende da presença de todos os nutrientes no solo. Entretanto, o Nitrogênio (N) destaca- -se pela relevância na produção e na qualidade da forragem, além de ser o elemento de maior custo de adubação e intensificação de produção a pasto.

Assim, devido a seu preço e sua rápida resposta obtida na produtividade, exige melhoria na tecnificação da propriedade.

É muito importante a execução de duas práticas do manejo da fertilização das pastagens. A prática corretiva é essencial para tornar o ambiente (solo) adequado para os elementos(- minerais) ficarem disponíveis para a captura das raízes. Nas pastagens bem formadas, as plantas apresentam o sistema radicular bem desenvolvido, o que facilitará a exploração do solo e, consequentemente, melhor utilização dos nutrientes provenientes da adubação e do solo. Os nutrientes de mais importância neste momento são principalmente o fósforo e o cálcio.

Nas prá...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!