Leite & cia

Nova fábrica para o RS

O Consórcio de Laticínios do Rio Grande do Sul adquiriu oficialmente a estrutura onde funcionava a unidade da Nestlé em Palmeira das Missões na BR 468, fechada há um ano. O objetivo é transformá-la em uma das maiores fábricas de secagem de soro de leite do País. O plano de investimento, ainda em elaboração, será apresentado nos próximos meses à comunidade. O consórcio é composto pela Friolack, de Chapada; Mandaka, de Nova Boa Vista; Doceoli, de Santo Cristo; Frizzo, de Planalto; São Luís, de Marau; Kiformaggio, de Nonoai; Paladar, de Guaporé; e Stefanello, de Rodeio Bonito.


Alta nos registros Girolando

A Associação Brasileira dos Criadores de Girolando fechou o primeiro semestre deste ano com alta de 4,26% nos registros genealógicos em comparação com o mesmo período do ano passado. O número alcançou 46.790 entre janeiro e junho, um crescimento de 21,21% em relação a 2018. De acordo com o coordenador operacional do Serviço de Registro Genealógico da Raça Girolando (SRGRG), Edivaldo Ferreira Júnior, o resultado pode ser atribuído a fatores de mercado e a ações de incentivo promovidas pela Girolando, como descontos para novos registros e multas. A expectativa é encerrar 2020 com crescimento 7% sobre os 81.412 registros obtidos em 2019.


Novos padrões para soro

Já estão valendo os novos padrões de identidade e requisitos de qualidade para o soro de leite e o soro ácido nas formas líquida, concentrada e em pó destinados ao consumo humano. O Regulamento Técnico (RTIQ), aguardado tanto pelo setor privado como pelos serviços de fiscalização, foi publicado na Instrução Normativa nº 80 do Ministério da Agricultura. As regras definem, classificam e estabelecem características sensoriais, físico-químicas e microbiológicas do soro de leite, bem como suas condições de tempo, temperatura, acondicionamento, conservação e transporte.


Genética leiteira

A coleta de sêmen entre as raças produtoras de leite registrou um crescimento de 29% nos primeiros seis meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2019. O índice integra o Index Asbia 1º Semestre 2020 e fechou em 838.050 doses coletadas ante as 635.049 do ano passado. Segundo o relatório, a comercialização da genética leiteira cresceu 10% no período.


Comissão jovem Gadolando

Jovens criadores da raça Holandesa do Rio Grande do Sul criaram uma comissão para organizar projetos, eventos e engajar a juventude para levar conhecimento do setor ao público. A iniciativa, que recebeu apoio da Associação dos Criadores de Gado Holandês do RS (Gadolando), conta, por enquanto, com reuniões virtuais e pode ser acompanhada pelo Instagram(@ comissaojovemracaholandesa).


Piracanjuba no Paraná

A Piracanjuba anunciou a construção de mais uma unidade no Paraná. A fábrica, prevista para ser a maior produtora de queijos do Brasil, será construída em São Jorge D’Oeste, no Sudoeste do estado. O negócio deverá processar, inicialmente, 600 mil litros de leite por dia para uma capacidade total de 2 milhões de litros/dia. O investimento previsto é de R$ 80 milhões, e a expectativa é gerar 300 empregos diretos. Também presente no município de Sulina (PR), a empresa possuiu outras unidades em Bela Vista de Goiás (GO), Governador Valadares (MG), Maravilha (SC), Araraquara (SP), Três Rios (RJ) e Carazinho (RS).


6ª Prova de Produção de Leite a Pasto no DF

Criadores de novilhas Gir Leiteiro, Sindi e cruzamentos têm até o dia 26 de outubro para inscrever seus animais na 6ª Prova Brasileira de Produção de Leite a Pasto do Zebu Leiteiro da Embrapa Cerrados. O teste tem a duração de 12 meses, sendo dois para adaptação e 10 meses para avaliação. Durante 305 dias de lactação em pasto rotacionado com suplementação, os exemplares serão testados quanto à produção, reprodução, idade ao parto, qualidade do leite, persistência de lactação e morfologia. Mais informações no site www. embrapa.br/cerrados.