Falou

Genética do FUTURO

Diretor de Mercados da Semex, Claudio Aragon, fala sobre avanços da seleção genômica e de como a empresa os leva até o criador

Revista AG - O que podemos esperar da genômica animal nos próximos anos?

Claudio Aragon - A genômica é uma poderosa ferramenta quando utilizada corretamente. No gado de leite, inúmeros novos marcadores estão sendo pesquisados e teremos em breve avaliações para eficiência alimentar, tamanho de pelo (animais de pelo curto sendo mais adequados para os climas tropicais), resistência a doenças e muito mais. A genômica abriu a porta para a tecnologia de edição genética, que pode ser o próximo passo para auxiliar a desenvolver os animais eficientes e rentáveis que buscamos. No gado de corte, já fazemos avaliação genômica e utilizamos de forma muito forte como ferramenta de seleção.

Revista AG - A empresa realiza testes genômicos. No que consiste essa tecnologia?

Claudio Aragon - A era da genômica trouxe grandes desafios e enormes vantagens nos processos de seleção genética. A Semex lançou seu próprio programa de avaliação genômica denominado Elevate. Por meio da coleta de amostra de tecido do animal, o Elevate faz toda a avaliação genômica de cada animal testado. No entanto, o grande diferencial do programa é que ele é totalmente automatizado, não necessitando de digitação de dados. O programa irá processar as avaliações e segmentar o rebanho conforme a qualidade genética de cada animal, sugerir as estratégias genéticas para cada animal e indicar os touros mais impactantes para cada animal avaliado. Tudo isso vindo diretamente na tela do celular do cliente - sem necessidade de papel. O mais importante disto é que o produtor realmente utiliza os dados de avaliação genômica de seus animais de forma prática e eficiente no rebanho. O Elevate é o único programa de avaliação genômica que indica o grau de qualidade imunológica das fêmeas, classificando os animais como: de Baixa Resposta Imune, de Média Resposta Imune e de Alta Resposta Imune (Fêmeas Immunity+)

Revista AG - A Semex acompanha, desde 1995, as mudanças no mercado de genética bovina. Quais foram as principais transformações da empresa até hoje?

Claudio Aragon- A Semex viveu os momentos de transformação do mercado de genética ao longo destes 25 anos e adaptou sua forma de atuação, focando em desenvolver programas que levassem soluções práticas ao produtor de leite e corte. O mercado viu o surgimento de inúmeras novas tecnologias ao longo deste período que, certamente, foram a introdução das avaliações genômicas e a importância dada à imunogenética. A Semex respondeu rapidamente a esses dois importantes avanços, criando sua própria estrutura de avaliação genômica e um núcleo de fêmeas com avaliação por genoma que constavam entre os principais animais do mundo. Esse núcleo é responsável, atualmente, por produzir cerca de 65% de todos os nossos touros. Já na área de imunogenética, a Semex desenvolveu, em parceria com a Universidade de Guelph, o Programa Immunity+ que identifica animais de imunidade superior e que são capazes de responder de forma muito mais eficiente às principais doenças.

Revista AG - Além da comercialização de sêmen, a empresa oferece outros serviços voltados à genética bovina?

Claudio Aragon - Além dos programas de desenvolvimento de estratégias genéticas, a Semex é parceira de importantes empresas que desenvolvem programas e serviços nas áreas de leite e corte. Nossa parceria com a empresa CowMed permite ao produtor, por meio de colares, monitorar a atividade de cada animal, possibilitando-o verificar, com alta precisão, quando estão em cio e qual o melhor horário para inseminar. Isto tem um enorme impacto nas taxas de concepção do rebanho e, consequentemente, na lucratividade. A Semex também estabeleceu parceria com a empresa Prodap, que desenvolve programas de gestão de propriedade nas áreas de corte (ProdapViews) e leite (SmartMilk), analisando as áreas de manejo, sanidade, reprodução, produtividade e a gestão financeira.

Revista AG - O que os clientes podem encontrar no aplicativo da Semex?

Claudio Aragon- O aplicativo permite ao produtor consultar, de forma rápida e muito prática, qualquer touro de nossa bateria – seja de corte ou de leite. A tecnologia mostra a prova genética de cada reprodutor, permitindo que o cliente selecione touros que melhor se adaptam ao seu sistema. Outra vantagem é a possibilidade de favoritar touros para consultas posteriores e, até mesmo, a opção de solicitar um orçamento dos reprodutores escolhidos. O aplicativo pode ser baixado diretamente no celular e funciona sem a necessidade de internet.