Falou

Tecnologia para forrageiras leguminosas

Eduardo Hermann, proprietário da SG Nutri, fala de novas opções de sementes para pasto ou pré-secado

Revista AG – Quais foram as últimas mudanças no portfólio de sementes da SG Nutri?

Eduardo Hermann – Nos últimos anos, a gente trouxe um trevo de inverno, que está se adaptando muito bem à pós-colheita das lavouras de arroz irrigado. É um trevo anual que se chama Trevo-Persa Lightning. Na linha de sorgos, a gente vem diversificando para gramíneas de verão. Temos alguns sorgos forrageiros de verão registrados, que vão estar disponíveis para o próximo ano. Em 2018, trouxemos uma aveia de inverno chamada Elizabeth. Há dois anos, agregamos o azevém tetraploide, obtido por empresas internacionais que nos concederam licença para operá-lo no Brasil.

AG – Quais as características do Trevo-Persa Lightning?

Hermann – O novo trevo apresenta uma grande vantagem na áreas de arroz devido, principalmente, à ação residual de herbicidas utilizados para o cultivo do grão. É uma variedade que se adapta bem a regiões de solo úmido e tem crescido muito no uso de pré-secados combinados com azevém e alfafa. É uma pastagem anual que acompanha o ciclo do azevém. Por isso, proporciona um aumento na quantidade de proteína ao pré-secado, ampliando a qualidade do alimento do gado.

AG – Quais são as características da aveia Elizabeth?

Hermann – A aveia Elizabeth é uma gramínea de folhas largas que se adapta muito bem ao cultivo quando aliada ao sorgo. Se o produtor optar pela semeadura tardia de sorgo forrageiro, em janeiro, por exemplo, já poderá plantar aveia. Quando o sorgo estiver acabando, essa aveia começará a entrar em produção de pasto. A Elizabeth foi desenvolvida pelo Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária da Argentina (INTA).

AG – Quais as vantagens das leguminosas forra...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!