Caindo na Braquiária

Chuva e genética de qualidade chegando em Rondônia

Havia quase 80 dias sem que a chuva desse as caras em Pimenta Bueno. Fora um inverno rigorosamente seco para os padrões dessa rica região do Norte do País, que tem como sua principal atividade a pecuária de corte e leite.

Passei a primeira semana de setembro com o veterinário Carlos Humberto Spinardi, visitando seletos criadores que não abrem mão de usar sêmen de touros provados através da técnica da IATF (inseminação artificial por tempo fixo), a fim de produzir bezerros cruzados que, não raramente, excedem 270 kg de peso aos oito meses de idade.

Essa performance é resultado de um manejo de pasto racional aliado ao cruzamento entre raças, técnica que tomou conta das propriedades que buscam agregar valor aos bezerros.

Nos encaminhávamos para a bem manejada fazenda de Donizete Picolli quando observei alguns “CBs” ou cumulonimbus à nossa direita. Essa formação de nuvens é prenúncio de chuvas fortes, sendo, na maioria das vezes, altas e em forma de bigorna, sempre se estendendo da linha do horizonte a grandes altitudes. São elas o terror dos aviadores.

Assim que chegamos à sede da fazenda, fomos recebidos por Picolli e sua esposa, Angélica, os quais passam a semana na propriedade, retornando à cidade de Pimenta Bueno nos finais de semana.

Picolli vem trabalhando com ciclo completo, comercializando apenas animais para o abate. Chamou a nossa atenção o uso das fêmeas cruzadas como matrizes, aproveitando a precocidade sexual das mesmas. No tocante ao manejo de pastagens, ficamos impressionados com a qualidade do capim para uma época do ano que, tradicionalmente, apresentava falta total dele. Picolli vem reformando os pastos com braquiária, tendo ainda algumas áreas mais antigas formadas com Mombaça.

Deixamos a propriedade do casal embaixo de uma chuva abençoada, após degustarmos um saboroso e macio bolo de milho feito por Angélica.

Amanheci...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!