Brasil de A a Z

Consultoria no Paraguai: oportunidade de aprender com os vizinhos

Olá, amigos agropecuaristas! Escrevo esta coluna em meados de agosto, véspera da Expogenética, em Uberaba/MG, feira mais respeitável no seguimento de genética zebu do País. Nesse evento, a BrasilcomZ – nossa empresa de consultoria – realiza uma série de atividades, desde consultoria em remates e comentários em desfile de touros de central até um curso de acasalamento dirigido que já se tornou tradicional, contando com prestígio internacional. Neste ano, por exemplo, fomos prestigiados com a presença muito forte de bolivianos, paraguaios e equatorianos, além de brasileiros de diversos estados.

Por falar na grandeza de nossa pátria, estive trabalhando nos comentários do Leilão 1.000 Touros Nelore Grendene, que, nesta edição, vendeu 1.200 reprodutores em um único dia. Ficamos muito satisfeitos com o resultado, não somente pela excelente média e liquidez total, mas, principalmente, pela qualidade dos animais, que mostraram um padrão de reprodutor que é consequência de um projeto muito bem delineado, no qual me sinto honrado em colaborar como consultor – juntamente com Ilson Corrêa e equipe – há quase 11 anos.

Na sequência desse leilão, nem voltei para casa, fui de Cáceres para Cuiabá (MT), onde peguei um voo para São Paulo e, de lá, direto a Assunção. Na capital do Paraguai, subimos num avião menor e fomos conhecer Goya, a famosa terra dos Mochos Blancos del Paraguay, para uma consultoria de avaliação geral, definição de estratégias e direção de acasalamentos para esta estação.

Encantei-me com a hospitalidade e a oportunidade de colocar minha experiência como zootecnista e geneticista para uma equipe tão comprometida, ávida por conhecimento e sempre com vontade de melhorar. No decorrer da viagem, estive com diferentes técnicos e criadores em longas conversas sobre seleção e conceitos de produtividade, e lhes digo que nossos vizinhos têm muita coisa boa para nos ensinar.

Essa riqueza de troca de experiência tem me dado uma visão mais ampla da produção de carne nos trópicos e ciência da responsabilidade que nós, brasileiros, temos enquanto maiores produtores do Hemisfério Sul e, também, maiores exportadores de carne bovina do mundo.

Tão importante quanto prover o mundo de alimento e gerar riquezas para nosso País, a pecuária brasileira tem papel importante enquanto provedor de genética para os países que possuem condição climática próxima da nossa. Os 100 anos de registro genealógico comemorados pela ABCZ, o sucesso da Expogenética, o nível de tecnologia aplicada pelos programas de melhoramento, a grandeza das centrais para produção de sêmen e os criadores competentes com belos casos de branding evidenciam o grau de maturidade que o País se encontra, para se tornar cada vez mais a maior referência em genética zebuína.

Muito obrigado aos amigos paraguaios e bolivianos pela confiança. Unidos, faremos da América do Sul um continente ainda mais importante na produção de carne mundial. É isso aí. Vamos que vamos!